Arias conquista espaço e ajuda o Fluminense; Marcão vê time desperdiçar mais pontos no Brasileiro

·3 minuto de leitura


Sob o comando de Marcão, o Fluminense vive um período de transição. Entre mudanças táticas e jogadores ganhando mais espaço, está Jhon Arias, o último reforço contratado pelo clube. Em apenas três jogos, o atacante conquistou vaga na equipe principal e aumentou o poder de fogo na equipe. Nesta quinta-feira, no empate por 1 a 1 com o Juventude, ele iniciou novamente e marcou seu primeiro gol, reforçando a confiança do treinador. Mesmo que a titularidade não seja permanente, o jovem mostra que tem potencial para contribuir para um futebol mais ofensivo.

+ ATUAÇÕES: Arias marca para o Fluminense e recebe a maior nota; Lucca faz gol contra e compromete

Em sua estreia com a camisa tricolor, no jogo contra o Atlético-MG pela Copa do Brasil, o colombiano entrou no segundo tempo e foi pouco acionado. Apesar da participação tímida, Arias deu uma prévia do seu potencial de movimentação e qualidade, tanto para encontrar espaços entre os marcadores, como para o penúltimo passe.

E Marcão aprovou o que viu. Na partida seguinte, contra o Bahia, entrou como titular, no lugar de Gabriel Teixeira, que está no departamento médico. Durante os 90 minutos, Arias flutuou entre o lado esquerdo e o centro, auxiliou o setor ofensivo e demonstrou consistência. Com apenas 23 anos, provou que pode dar velocidade ao ataque e tem condições de contribuir para um jogo mais ofensivo, uma das principais deficiências do time hoje.

> Confira a classificação da Série A do Brasileirão

Na última quinta, Jhon Arias foi titular novamente. Em mais uma atuação segura, levou a melhor em duelos, invadiu a área do Juventude e criou lances de oportunidade para o Fluminense. Os frutos do trabalho não demoraram a chegar: no segundo tempo, o colombiano marcou seu primeiro gol para o Tricolor, abrindo o placar. De acordo com números do "SofaScore", nas duas partidas do Brasileirão foram 175 minutos, três passes decisivos, dois chutes, sendo um no gol, 100% de dribles certos e 17 bolas recuperadas.

- Nós vamos nos conhecendo. O Arias tem um controle grande da bola, um jogo apoiado e consciente. Tenho certeza que ele vai nos ajudar bastante naquilo que queremos. Hoje ele participou mais, por dentro e pelo lado. É um jogador que se entrega muito e é comprometido com o processo. Vai evoluir e nos ajudar. Estou feliz pela procura, ele quer se adaptar o mais rápido possível, até na língua. Ele já está se sentindo em casa, bem adaptado e bem recebido pelos companheiros - disse Marcão após o jogo contra o Juventude.

Porém, ainda que a nova configuração e a presença de Arias tenham criado um Fluminense mais propositivo, as falhas antigas ainda pesam sobre os resultados no Brasileiro. Contra o time gaúcho, o time teve a chance de terminar o primeiro turno no G6, mas o gol contra de Lucca custou a colocação. Na competição, o Tricolor não conseguiu emplacar três vitórias seguidas até agora, e será preciso mais que um reforço para alcançar a tranquilidade.

O Tricolor conquistou apenas oito dos últimos 24 pontos disputados na competição nacional. A melhora do rendimento ainda não se traduziu em bons resultados. Agora, o Flu tem nova chance de buscar uma vitória contra a lanterna Chapecoense, na terça-feira, às 21h30, na Arena Condá. Os cariocas estão em 11º lugar, com 22 pontos.

*Estagiária sob a supervisão de Luiza Sá

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos