Argentinos se rendem ao Brasil: "Melhor até aqui"

Jornais e rádios argentinos questionaram opção de Tite na lateral direita, mas se renderam ao gol de Casemiro.
Jornais e rádios argentinos questionaram opção de Tite na lateral direita, mas se renderam ao gol de Casemiro. Foto: (Matteo Ciambelli/DeFodi Images via Getty Images)

A vitória do Brasil, que não convenceu pelo desempenho do elenco comandado por Tite, fez com que veículos de imprensa argentinos se rendessem à Seleção Brasileira e ao volante Casemiro, do Real Madrid. Rádios e emissoras de TV do país vizinho transmitiram, ao vivo, a partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo do Catar, que está sendo realizada entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro deste ano.

A La Red, rádio mais ouvida de Buenos Aires, capital hermana, possuía posto no Estádio 974, além das emissoras de TV DirecTV e TV Pública, que realizaram a transmissão da partida entre Brasil e Suíça ao vivo. Leonardo Gentili, narrador na La Red, questionou, inicialmente, a decisão de Tite para a lateral direita; com a lesão do titular Danilo, o zagueiro Éder Militão foi o escolhido para ocupar a vaga, no lugar de Daniel Alves, o reserva da posição: "Rasga a história escrita por Cafu, Roberto Carlos e Marcelo".

Leia também:

No gol anulado de Vini Jr, o comentarista Hugo Balassone, também da La Red, reclamou da tecnologia implementada pela FIFA para identificar o impedimento de forma semiautomática: "Larguem disso, velho, vim aqui para ver futebol, não esse desenho animado do impedimento".

Logo após o golaço marcado por Casemiro, camisa 5 da Seleção Brasileira, Gentili afirmou que: "É um golaço. Um tapa no futebol mal jogado por quem sabe jogar melhor nesta Copa. É a melhor seleção da Copa. É a junção do Real Madrid com a Amarelinha. Um Real à brasileira". Balassone, por sua vez, completou dizendo que: "Que tapa. É um tapa no futebol mal jogado. Muito bem dito".