Argentinos entoam canção racista contra franceses no Catar

Gritos racistas foram entoados durante entrevista ao vivo para canal argentino. Foto: Giuseppe Cacace/AFP via Getty Images
Gritos racistas foram entoados durante entrevista ao vivo para canal argentino. Foto: Giuseppe Cacace/AFP via Getty Images

A Copa do Mundo no Catar ainda não começou e já temos as primeiras polêmicas. Neste caso, por um pequeno grupo de torcedores argentinos que insultaram jogadores de futebol franceses.

Durante uma ligação ao canal desportivo TyC, um repórter encontra - se na rua com um grupo de jovens adeptos vestidos com a camisola alviceleste que entoam uma canção que zomba das origens africanas de alguns jogadores franceses e lança intenções especialmente ofensivas contra a principal estrela francesa , Kylian Mbappé .

Leia também:

"Olha, corre a bola, eles jogam na França, mas são todos de Angola. Que bom que eles vão correr, são ‘comedores travestis’ como o maldito Mbappé. A velha dele é nigeriana, a velha dele Camaronesa, mas no documento, nacionalizada francesa", cantaram.

Aquela que é considerado uma das torcidas mais apaixonadas do mundo, a Argentina, protagoniza neste caso uma canção que está chamando atenção de todo o mundo. Vale lembrar que a França eliminou a seleção comandada por Messi na Copa da Rússia em 2018, após vencer por 4 a 3 em jogo que Mbappé anotou dois gols em jogo que valia vaga nas quartas de final.

França sai em defesa de Mbappé

"Racismo ao vivo", "imagens de ódio"... são algumas das reações da mídia ao canto racista e insultuoso de vários torcedores argentinos transmitidos ao vivo ontem à noite em um canal de televisão argentino.

A rádio pública France Info começa suas informações com a frase "racismo ao vivo", enquanto a RMC Sport considera que são "imagens odiosas".

O L'Equipe não qualifica os fatos, mas especifica que TyC não se desculpou por essas imagens, que circularam amplamente nas redes sociais.

Por enquanto, nem a Federação Francesa de Futebol, nem Mbappé ou seu staff reagiram a este episódio, que ocorre apenas quatro dias após o início da Copa do Mundo que está sendo realizada no Catar e na qual Argentina e França podem se enfrentar.