Argentino revela proposta para tirar Ronaldinho de jogo e medo de ‘passar vergonha’

Goal.com

Ronaldinho Gaúcho sempre causou pesadelos em seus marcadores, principalmente durante seu auge no Barcelona. E quem sabe muito bem disso é Fernando Cáceres, zagueiro argentino com passagens por Celta de Vigo, Zaragoza, Boca Juniors e River Plate, que sentiu na pele o medo de ter que marcar o craque brasileiro sem ser envergonhado por seus dribles desconcertantes. 

O ex-jogador, que também defendeu a seleção da Argentina na Copa do Mundo de 1994, revelou que recebeu uma boa oferta em dinheiro como recompensa para tirar Ronaldinho Gaúcho de campo, em um jogo do Celta de Vigo contra o Barcelona. Então, no primeiro lance da partida, chegou forte no brasileiro, cometendo falta por trás, e contou qual era sua missão naquela partida, para tentar intimidar o duas vezes melhor do mundo.

“Me ofereceram 500 mil pesetas (cerca de 3 mil euros na cotação atual) para tirar Ronaldinho da partida” contou em entrevista ao canal do YouTube Ídolos”. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Estávamos jogando um Celta x Barça, em Vigo. Na primeira bola que fui pegar Ronaldinho, o acertei por trás. Depois eu o ajudei a levantar e disse a ele que tinham me oferecido 500 mil pesetas para tirá-lo de campo”.

Foi então que o argentino percebeu que sua estratégia não daria tão certo. Após o lance, Fernando Cáceres contou que Ronaldinho não ficou intimidado, como ele esperava, mas que pareceu ainda mais bravo e disposto a humilhá-lo com seus incríveis dribles. Então, o zagueiro achou melhor esquecer a oferta em dinheiro para poder preservar sua reputação como defensor.

“Não fui marcá-lo mais. Me dava medo. Ele estava com raiva e, quando se colocava desse jeito, era muito bom, forte, e um jogador impressionante. Ia me fazer passar vergonha. Nem louco eu fui marcá-lo de novo, em todo o jogo”, concluiu o argentino lembrando do episódio.

Leia também