Argentino deixa o Fortaleza 14 dias após anúncio

Christian Bernardi justificou saída do Fortaleza por um tratamento pós-Covid.
Christian Bernardi justificou saída do Fortaleza por um tratamento pós-Covid. Foto: (Luciano Bisbal/Getty Images)

Duas semanas após ser anunciado pelo Fortaleza, o meia argentino Christian Bernardi, que atuava no Colón, da Argentina, deixou o clube cearense sem sequer ter atuado pelo Leão do Pici. A justificativa do argentino foi um tratamento médico que deve ser feito após ter sofrido complicações por uma infecção por Covid-19.

Através do modo stories em seu perfil oficial no Instagram, Bernardi disse que: "Quero deixar uma mensagem de agradecimento ao clube (Fortaleza), staff, comissão técnica e à torcida do Fortaleza. Nesses dias, pude experimentar o calor humano do clube e da cidade. Tinha muita vontade de fazer parte dessa família, mas às vezes a vida tem outros planos. Espero que um dia nossos caminhos voltem a se encontrar. Um exame que fiz indica que tenho que fazer um tratamento pós-Covid, que requer várias semanas".

Leia também:

Anunciado no dia 28 de novembro pelo Fortaleza, em um acordo no valor de 200 mil dólares, cerca de R$ 1 milhão na cotação atual, o jogador argentino havia assinado até o dia 31 de dezembro de 2024. A rescisão do contrato não dará prejuízos ao tricolor do Ceará.

Em comunicado oficial publicado em seu site, o Fortaleza desejou sucesso ao jogador argentino em seu futuro: "O Fortaleza Esporte Clube comunica que, devido a problemas particulares, o meio-campista Christian Bernardi está retornando à Argentina, após uma decisão em comum acordo com o Clube. De forma extensa, por todo o profissionalismo e relação entre Clube, atleta e seu staff, o Fortaleza deseja muito sucesso ao jogador em seus desafios futuros".

Com 32 anos de idade, Bernardi atuou pelo Colón em 157 oportunidades, tendo marcado apenas 17 gols pelo clube em seis anos de vínculo.