Argentina vence Uruguai em Montevidéu (1-0) e fica mais perto da Copa do Mundo

·4 min de leitura

A Argentina voltou a triunfar no clássico do Rio de la Plata ao vencer o Uruguai por 1 a 0 nesta sexta-feira em Montevidéu, consolidando seu caminho rumo à Copa do Mundo do Catar-2022, enquanto a Celeste vê sua classificação ameaçada.

Ángel di María marcou o único gol da partida no estádio Campeón del Siglo aos 7 minutos, deixando a 'Albiceleste' a um passo de garantir sua vaga no Mundial.

A equipe comandada por Lionel Scaloni, que contou com Lionel Messi apenas nos últimos 20 minutos, foi premiada pela sua eficácia, visto que teve poucos lances de perigo.

Enquanto isso, o Uruguai, com uma melhora perceptível em relação ao desempenho da última rodada tripla e uma luta constante do time comandado por um incansável Luis Suárez, pagou pela falta de pontaria.

Com 16 pontos, a Celeste está na sexta posição na tabela, com a necessidade urgente de vencer o próximo jogo, na terça-feira, contra a Bolívia.

A Argentina, segunda colocada com 28 pontos, enfrenta o líder Brasil na próxima rodada.

"Esta equipe tem muita coragem e quando você não joga bem, você ainda tem que vencer", disse o goleiro argentino Emiliano Martinez. "Vencer hoje foi um grande passo. Nós merecemos porque trabalhamos muito", acrescentou.

- Golaço de Di María -

Os jogadores comandados por Oscar Tabárez entraram em campo pressionando, na tentativa de surpreender a Argentina no início.

Tanto que aos cinco minutos teve a primeira chance com um chute de Nahitan Nández na área que obrigou o goleiro Emiliano Martíneza mostrar serviço.

No entanto, a 'Albiceleste' reagiu com rapidez e grande eficácia. Depois de uma bola perdida pelo zagueiro Joaquín Piquerez, Di María abriu o placar com um chute perfeito, silenciando o entusiasmo inicial da torcida uruguaia.

Longe de desanimar, o Uruguai tentou manter sua atitude ofensiva, embora perdesse bolas com facilidade e cada avanço parecia mais um esforço individual do que uma tentativa de grupo.

Do outro lado, com a tranquilidade de estar à frente no placar, os visitantes se mostraram mais organizados e com a posse de bola.

Porém, aos poucos a seleção da casa voltou a assumir por completo a iniciativa, com uma atitude de luta, pressão e busca constante que não se concretizou devido à falta de pontaria e azar.

Um retrato disso foi quando Suárez, que mais uma vez se mostrou lutador em campo, chutou uma bola na trave e não conseguiu aproveitar o rebote.

- Frustração uruguaia, alegria argentina -

Na segunda etapa o roteiro não mudou: Uruguai no ataque e Argentina administrando.

A incógnita naquele momento da partida era por quanto tempo a Celeste conseguiria manter o ritmo ofensivo sem descanso. Mas deixar a posse de bola com a Albiceleste não era uma opção.

Com o tempo passando, a partida começou a ficar mais lenta e desordenada, em detrimento dos donos da casa, que não conseguiam efetuar com sucesso seus avanços.

Ao mesmo tempo, aos 70 minutos, a seleção uruguaia começou a apresentar sinais de cansaço devido ao grande desgaste físico exigido até o momento, e começou a se desfigurar.

A Argentina aproveitou essa circunstância para se aproximar do gol defendido por Fernando Muslera, já que até então sua única jogada perigosa havia sido a que resultou no gol.

O técnico Scaloni apostou em aumentar a vantagem com a esperada entrada de Messi, que entrou em campo aos 76 minutos no lugar de Giovanni Lo Celso.

O Uruguai continuou tentando até o final e teve uma chance incrível aos 85, com um chute de Agustín Álvarez que passou entre as pernas do goleiro argentino, que mesmo assim teve tempo de se virar e segurar a bola.

Com o apito final, a tranquilidade argentina contrastou com a frustração uruguaia e as duas seleções deixaram o campo pensando em seus próximos jogos na terça-feira: contra Bolívia e Brasil.

--- Resultados da 13ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas:

- Quinta-feira:

Equador - Venezuela 1 - 0

Paraguai - Chile 0 - 1

Peru - Bolívia 3 - 0

Brasil - Colômbia 1 - 0

- Sexta-feira:

Uruguai - Argentina 0 - 1

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Brasil 34 12 11 1 0 27 4 23

2. Argentina 28 12 8 4 0 20 6 14

3. Equador 20 13 6 2 5 21 13 8

4. Chile 16 13 4 4 5 15 14 1

5. Colômbia 16 13 3 7 3 16 17 -1

6. Uruguai 16 13 4 4 5 14 18 -4

7. Peru 14 13 4 2 7 13 19 -6

8. Paraguai 12 13 2 6 5 9 18 -9

9. Bolívia 12 13 3 3 7 17 28 -11

10. Venezuela 7 13 2 1 10 8 23 -15

-- Próxima rodada (terça-feira, 16 de novembro):

Em La Paz: Bolívia - Uruguai

Em San Juan: Argentina - Brasil

Em Barranquilla: Colômbia - Paraguai

Em Santiago: Chile - Equador

Em Caracas: Venezuela - Peru

./bds/gv/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos