Argentina: ‘síndrome de Robin Hood’ explica o drama nas Eliminatórias

A situação da Argentina nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 não está nada fácil, principalmente após a derrota para o Equador, nesta terça-feira (28). O que também impressiona é que, exceção feita à derrota para o Brasil, no Mineirão, a Albiceleste levou a melhor sobre todas as outras equipes que disputam uma vaga para o certame que será disputado na Rússia. O grande problema é que coleciona péssimos resultados contra os selecionados mais frágeis.

Vitórias importantes

Argentina - Uruguay Eliminatorias Sudamericanas 01092016

(Foto: Juan Mabromata/Getty)

Na próxima rodada, a Argentina faz o clássico contra o Uruguai em Montevidéu. Jogando em Córdoba, os argentinos venceram a Celeste por 1 a 0. Diante da Colômbia, foram duas vitórias (em Barranquilla e San Juan); a mesma coisa contra o Chile (em Santiago e em Buenos Aires). Todas as equipes listadas estão na frente da Albiceleste.

Derrotas e empates que pesam

Bolivia Argentina Eliminatorias Sudamericanas Fecha 14 28032017

​(Foto: Juan Mabromata/Getty)

Em contrapartida, além de ter sido derrotado, fora de casa, pela Bolívia, conquistou apenas um ponto contra o Paraguai (perdeu em casa e empatou como visitante) e ficou no empate com Venezuela e Peru.

Os próximos compromissos da Argentina, que não contará com Messi, será contra o Uruguai (fora de casa), Venezuela (em casa), Peru (em casa) e Equador (fora de casa). Abaixo, confira a oscilação da Albiceleste nestas Eliminatórias.