Argentina e Messi podem ser punidos por incidentes no jogo contra o Chile

A Fifa está reunindo informações que podem dificultar a vida do atacante Lionel Messi e da seleção argentina. A entidade máxima do futebol está analisando os fortes insultos feitos pela torcida local durante o hino do Chile na cerimônia antes da partida, que foi realizada no Estádio Monumental de Nuñez, na semana passada, em jogo válido pelas Eliminatórias Sul-Americanas.

Além disso, o órgão regulador do futebol mundial está recebendo registros da estrela do Barcelona xingando dois juízes auxiliares no final de cada tempo da vitória por 1 a 0 da Argentina, que não foram relatados na súmula pelo árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci.

“No momento estamos analisando e recolhendo informações sobre esta partida. Se for considerado necessário, abriremos processos disciplinares”, confirmou um porta-voz da Fifa ao jornal chileno La Tercera. Também foi acrescentado que “informações adicionais serão fornecidas no momento certo”.

Poucas horas após a partida, a entidade máxima do futebol recebeu materiais audiovisuais que mostravam as atitudes dos torcedores presentes no jogo que são semelhantes às que custaram oito sansões à seleção chilena e também a respeito da condita de Messi.

Na edição do jornal El Deportivo desta segunda-feira, o secretário geral da Associação Nacional de Futebol Profissional (ANPF) do Chile, Sebastián Moreno, declarou que “estamos confiantes que Argentina será punida com a mesma energia (que nós fomos)”.