Argentina levará carne, doce de leite e erva ao Catar

Argentina já decidiu o que vai levar de casa para a Copa do Mundo do Catar. Foto: Manuel Cortina/SOPA Images/LightRocket via Getty Images
Argentina já decidiu o que vai levar de casa para a Copa do Mundo do Catar. Foto: Manuel Cortina/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

A alimentação tem importância fundamental em esportes de alto rendimento e o futebol não fica fora dessa máxima. Seleções levam juntos de suas delegações seus próprios chefs, mas agora juntaram-se também equipas de nutricionistas, mudando o paradigma do como e do que comer.

Nesse sentido, a seleção argentina já fez um levantamento no Catar sobre se terão toda a comida e até os ingredientes para o cardápio diário ao qual os hermanos estão acostumados. Embora o panorama tenha sido positivo e animador, há alguns alimentos em particular que terão que ser levados do país vizinho.

Leia também:

O principal, é claro, será a carne. Por isso, um contêiner com carne argentina também irá para o Catar, com quantidade suficiente para cobrir toda a estadia. E não é porque não há carne de boa qualidade no local da Copa do Mundo, mas porque o que se obtém é carne australiana, que os jogadores argentinos não estão acostumados a comer. Assim, não faltarão as clássicas costelas, outra tradição na alimentação dos atuais campeões continentais.

Mas a carne não será o único toque argentino que a delegação levará de Buenos Aires. Haverá também outros dois produtos que estão entre os costumes dos argentinos: doce de leite e erva.

Embora hoje ambos estejam disponíveis em diferentes partes do mundo, devido à quantidade que deve ser transportada, também foi decidido cobrir o estoque a partir daqui. Especialmente a erva, de consumo permanente na concentração argentina.

O mate não é apenas um ícone da união do grupo em cada equipe argentina, mas também, na seleção nacional em particular, é um motivo para cobrar quem é o líder na assembléia ou quem faz o melhor companheiro.

Por enquanto, a delegação argentina, liderada por Lionel Scaloni e seus assistentes, partirá no domingo (6) para a concentração argentina na Universidade do Catar. Já existe uma equipe avançada lá trabalhando nos últimos detalhes e analisando os pedidos e as modificações solicitadas, para que tudo esteja pronto para quando o elenco chegar, após o amistoso contra os Emirados Árabes Unidos que será disputado em Abu Dhabi no próximo dia 16.