Argentina elimina o Brasil e vai em busca do bi na Copa do Mundo de Futsal

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Atual campeã mundial, a seleção argentina de futsal terá a oportunidade de buscar o bicampeonato consecutivo. Nesta quarta-feira (29), na Lituânia, a equipe alviceleste venceu o Brasil por 2 a 1 pela semifinal da Copa do Mundo da modalidade e garantiu uma vaga na decisão.

Esta é a segunda edição seguida em que a seleção brasileira não consegue alcançar a final. Pentacampeã, foi finalista pela última vez em 2012, quando conquistou seu quinto título mundial -em 2016, caiu nas oitavas de final para o Irã.

Originalmente marcada para 2020, a atual disputa da Copa do Mundo precisou ser adiada para este ano em razão da pandemia do novo coronavírus.

Nesta quarta, na cidade de Kaunas, Brasil e Argentina fizeram um duelo bastante equilibrado. Os brasileiros tiveram mais volume de jogo, mas permitiram os contra-ataques argentinos.

A equipe comandada pelo treinador Matías Lucuix, ex-jogador e assistente técnico na conquista de 2016, chegou a abrir 2 a 0 no placar ainda no primeiro tempo.

Aos 11 minutos, Cristian Borruto aproveitou um rebote na defesa brasileira, limpou para o meio e chutou cruzado. Constantino Vaporaki, posicionado no pé da trave, só desviou para colocar os argentinos na frente.

Dois minutos depois, lançamento longo encontrou Maximiliano Rescia no fundo da quadra. Ele desviou para o meio da área, onde Borruto, livre, completou para ampliar a vantagem.

O Brasil descontou aos 17, com o pivô Ferrão, melhor jogador do mundo nas duas últimas temporadas, que aproveitou movimentação em jogada de escanteio e finalizou na segunda trave para trazer a equipe de volta à partida.

A etapa final manteve o equilíbrio do primeiro tempo. Ambas as seleções cometeram cinco faltas e ficaram penduradas. Com três minutos para o fim da partida, a equipe brasileira colocou o ala Dyego como goleiro-linha, mas os argentinos conseguiram segurar o resultado para garantir a classificação à final da Copa do Mundo.

Na decisão, os atuais campeões mundiais esperam pelo vencedor da outra semifinal, entre Portugal e Cazaquistão. A seleção brasileira ainda tem a disputa pelo terceiro lugar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos