Argentina e Messi podem ser punidos pela Fifa por incidentes contra o Chile

A justiça espanhola condenou Lionel Messi a 21 meses de prisão, além de uma multa de quase 2,1 milhões de euros, cerca de R$ 7,6 milhões

A Argentina e o capitão Lionel Messi podem ser punidos pela Fifa. A entidade está colhendo informações sobre os insultos feitos pela torcida hermana durante o hino do Chile, em partida realizada no Estádio Monumental de Núñez, na última quinta-feira, pela 13ª rodada das Eliminatórias para Copa do Mundo. Além disso, o camisa 10 teria xingado dois auxiliares - um em cada tempo - na vitória por 1 a 0 e que não foi relatado pelo árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci.

- No momento estamos analisando e recolhendo informações sobre esta partida. Se for considerado necessário, abriremos processos disciplinares. As informações adicionais serão fornecidas no momento certo - disse um porta-voz da Fifa, ao jornal chileno "La Tercera".

Logo após a partida, a Fifa recebeu materiais audiovisuais que mostravam atitudes de alguns torcedores que são parecidas com as que levaram a seleção chilena a ser punida com oito jogos. A entidade também está reunindo provas do xingamento de Messi.

O secretário geral da Associação Nacional de Futebol Profissional (ANPF) do Chile, Sebastián Moreno, afirmou estar confiante na punição à Argentina.

- Estamos confiantes que Argentina será punida com a mesma energia que nós fomos - disse, ao jornal "El Deportivo" nesta segunda-feira.







E MAIS: