Argentina confirma sua participação na Copa América no Brasil apesar da pandemia

·1 minuto de leitura
O astro Lionel Messi domina a bola durante partida entre Argentina e Chile nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022 em 3 de junho de 2021 em Santiago del Estero, na Argentina

A seleção da Argentina vai participar da Copa América do Brasil-2021 com os cuidados necessários diante da pandemia de covid-19, anunciou neste domingo a entidade que comanda o futebol local.

A Argentina "confirma sua participação na Copa América, como reflexo de seu espírito esportivo ao longo da história", disse a Federação Argentina de Futebol (AFA) em um comunicado.

A declaração oficial foi divulgada em meio às versões que indicam uma possível recusa em jogar devido à difícil situação sanitária que o país anfitrião enfrenta, com mais de 470 mil mortes e cerca de 17 milhões de infecções.

A Argentina se recusou a ser uma das sedes da Copa América por viver seu pior momento da pandemia com mais de 80.000 mortes e quase quatro milhões de infecções. O país co-organizador seria a Colômbia, que também desistiu devido às convulsões sociais do mês passado.

"Com um enorme esforço da AFA, que disponibilizou todas as ferramentas necessárias para garantir cada um dos cuidados específicos, a seleção nacional vai ao Brasil para disputar a competição continental", disse a entidade.

A AFA afirmou que "todo a delegação da equipe 'Albiceleste' trabalhará em conjunto para superar esta adversidade que, infelizmente, atinge igualmente todos os sul-americanos".

Nas últimas horas, um movimento que surgiu entre times de jogadores de futebol de vários países questionou se a Copa América poderia ser disputada.

dm/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos