Argentina é mais do que Lautaro e Messi, alerta Casemiro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Casemiro domina a bola no duelo da Copa América entre Brasil e Peru em 5 de julho de 2021
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O meia Casemiro alertou para a dificuldade do Brasil em vencer a Argentina na final da Copa América-2021 neste sábado, pois seu potencial está além do talento dos artilheiros Lionel Messi e Lautaro Martínez.

"A Argentina não é só Lautaro e Messi, não podemos dar ênfase só aos dois. São jogadores de extrema qualidade, jogadores dos mais altos níveis do mundo. Se a Argentina chegou à final, é pelo grupo, temos que ter respeito por todos", disse o volante do Real Madrid em entrevista a jornalistas divulgadas nesta quinta-feira.

"Independentemente da qualidade desses jogadores no ataque, devemos respeitar toda a Argentina, com certeza será um grande jogo e um grande desafio para nós", acrescentou.

Peça fundamental para manter o equilíbrio da Seleção, Casemiro garantiu que o Brasil tem sempre a "obrigação de vencer" mesmo que tenha diante de si um jogador da envergadura de Lionel Messi, o artilheiro da Copa América com quatro gols. Sobre o astro, ele avisa que tentarão neutralizá-lo com base no jogo coletivo.

Já Lautaro Martínez é o vice-artilheiro do torneio, com três gols.

"O Messi é um jogador excepcional, de grande qualidade, por quem tenho muito respeito pelo que fez e segue fazendo no futebol. Ele vai defender a seleção argentina, eu vou defender a seleção brasileira, cada um vai tentar fazer o seu melhor", disse ele sobre o jogador a quem enfrentou várias vezes nos clássicos espanhóis entre o Real Madrid e o Barcelona.

Casemiro, um dos capitães do Brasil de Tite ao lado de Thiago Silva e Marquinhos, garantiu que a final de sábado no Maracanã será definida nos "detalhes" e que a seleção brasileira se prepara para o bicampeonato Copa América contra seu clássico rival.

"Não podemos deixar de falar que é uma final. Falei depois do jogo contra o Peru que final não se joga, se ganha. Com meio a zero nós somos campeões, isso é o mais importante", afirmou.

O Brasil busca seu décimo título da Copa América, enquanto Messi luta por sua primeira taça pela Albiceleste, depois de quatro finais perdidas, três na Copa América (2007, 2015 e 2016) e uma na Copa do Mundo de 2014, no Maracanã.

raa/ma/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos