Argel vê Cruzeiro favorecido por árbitros em luta contra o rebaixamento: "Nem Deus rebaixa time grande?"

Treinador do Ceará se irrita com a arbitragem de Rafael Traci na derrota para o Corinthians, em jogo válido pela 37ª rodada do Brasileirão
Treinador do Ceará se irrita com a arbitragem de Rafael Traci na derrota para o Corinthians, em jogo válido pela 37ª rodada do Brasileirão

Argel Fucks se irritou com a arbitragem de Rafael Traci (SC) na derrota por 1 a 0 do Ceará para o Corinthians, na noite desta quarta-feira (4), pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Na briga contra o rebaixamento, o time pode ser ultrapassado pelo Cruzeiro ao fim da rodada, desde que os mineiros vençam o Grêmio, nesta quinta-feira (5), em Porto Alegre. Ele fez duras críticas à CBF e ao árbitro do jogo.

"O Corinthians esperou para ver o que aconteceria. Tem um lance que, para mim, é pênalti claro no Leandro Carvalho. No início da jogada, o árbitro diz que a bola foi na mão, mas não foi, foi no ombro. A arbitragem tem que ter um pouco de consciência e atenção. Não é possível que a arbitragem com o VAR não viu, porque não precisa do VAR para ver o lance que é pênalti. O Paulo César de Oliveira fala no SporTV que é pênalti claro. A arbitragem é um pouco tendenciosa, porque ela não espera, não olha o VAR, principalmente quando há um lance de expulsão. Era para o Lima ser expulso mesmo?", afirmou o treinador, que ainda acrescentou:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"No lance do pênalti, ele vai ao VAR e olha. No lance da expulsão, ele não vai ao pênalti. Não sei se tem alguma coisa contra os times do Nordeste. Não estou justificando, a responsabilidade é nossa. Mas a arbitragem tem dois pesos e duas medidas. Será que é porque ninguém quer um time nordestino na Série A do Campeonato Brasileiro?", indagou.

A indignação de Argel Fucks com a arbitragem não parou por aí. O treinador voltou a falar sobre os erros cometidos por Raphael Traci e queixou-se de Leonardo Gaciba, presidente da Comissão Nacional de Arbitragem.

"O Cruzeiro, contra o Vasco, se colocou árbitro Fifa. O [Wilton Pereira] Sampaio é Fifa, apitou Boca e River na Bombonera. Por que ele apitou lá? Porque o Cruzeiro pediu? Por que o Cruzeiro é time grande e time grande não pode cair? Time grande nem Deus derruba? Ou é algum preconceito contra o povo nordestino? Eu sou do Nordeste, eu gosto do Nordeste, trabalhei em grandes times nordestinos. Mas tem dois pesos e duas medidas. Se o Paulo César Oliveira, que era árbitro Fifa, viu que foi pênalti, como o árbitro que estava lá não viu que era pênalti?", queixou-se.

Leia também