Arena MRV lança websérie sobre o estádio:' a era preta e branca'

Valinor Conteúdo
·2 minuto de leitura


Um evento realizado na manhã desta sexta-feira, 13 de novembro, no Centro de Experiências da Arena MRV, marcou o lançamento da websérie documental “A Era Preta e Branca”, que irá eternizar toda a evolução da obra, da fase do projeto até a inauguração do estádio, prevista para 2022.(Veja o primeiro episódio no fim do texto).

-Estamos muito satisfeitos por poder contar essa história da Arena MRV, que é tão legal, desde a concepção, a aprovação dos projetos e, agora, o início das obras. Então, estamos muito animados com a série. Acho que é o momento de marcar mesmo, é uma construção de impacto, então, é o momento de registrar, deixar isso marcado na história do clube- disse o CEO da Arena MRV, Bruno Muzzi.

Emoção

A Arena MRV é feita de paixão e a websérie não poderia ser diferente, como destaca diretor do documentário Marcelo Marques.

-Vamos acompanhar tudo, desde a terraplanagem à fundação, o projeto arquitetônico, toda a estrutura tecnologia que a Arena MRV está colocando no projeto. Então, tudo que diz respeito à obra será contemplado. Mas, também, não deixa de ser a casa do Galo, então, estamos trabalhando com emoção e acho que esse é um dos grandes desafios desse projeto- afirmou.
E essa emoção bateu forte no arquiteto da Arena MRV, Bernardo Farkasvölgyi, que se entusiasmou com o primeiro episódio.

-É um filme que encheu os olhos de água, de emoção. A gente volta um pouco no tempo e começa a lembrar de tudo como começou, as primeiras conversas, os primeiros rabiscos, visitas no terreno. Aí a gente vai lá no deck, olha a obra e percebe que o sonho é uma realidade e que, daqui a pouco, estaremos todos aqui, vendo o Galo ganhar na nossa casa- comentou.

A websérie terá dez episódios de 13 minutos cada, com periodicidade trimestral. Além dos bastidores da construção, o torcedor encontrará imagens exclusivas e depoimentos dos envolvidos no projeto.

Neste primeiro episódio, estão a concepção da Arena MRV, a aprovação junto ao Conselho Deliberativo do Atlético, os esforços para conseguir o investimento necessário para a obra e, também, os primeiros obstáculos da construção. “A Era Preta e Branca” é o registro definitivo de que o grande sonho da Massa Atleticana está se tornando realidade.