Arco e flecha? As 9 jogadoras com a melhor pontaria das Olimpíadas

·3 minuto de leitura

A maior beleza dos Jogos Olímpicos está na reunião das mais diversas modalidades. Assim, na mesma competição, podemos acompanhar vôlei, natação, ginástica, canoagem, hipismo, basquete, surfe, entre outros. Pensando nisso, resolvemos brincar com dois grandes esportes: futebol e tiro com arco.

Afinal de contas, quais jogadoras das Olimpíadas de Tóquio têm a boa pontaria como arma no torneio? Acompanhe.

1. Marta (Brasil)

Marta foi às redes duas vezes contra a China | BSR Agency/Getty Images
Marta foi às redes duas vezes contra a China | BSR Agency/Getty Images

O início não deixa dúvidas: a camisa 10 e melhor jogadora da história do futebol feminino é absolutamente completa. Logo na primeira partida, contra a China, Marta anotou duas vezes na goleada de 5 a 0. Difícil é encontrar algum fundamento que ela não domine dentro das quatro linhas, certo?

2. Alex Morgan (Estados Unidos)

Alex Morgan é uma das grandes atacantes de Tóquio-2020 | Ian MacNicol/Getty Images
Alex Morgan é uma das grandes atacantes de Tóquio-2020 | Ian MacNicol/Getty Images

Um dos principais nomes da seleção norte-americana, Alex Morgan escreveu seu nome na história da modalidade nos últimos anos. A atacante não costuma perder a chance de fazer mágica com a bola nos pés. Sem sombra de dúvidas, vai brigar por mais uma medalha na carreira.

3. Christine Sinclair (Canadá)

Sinclair é uma das jogadoras mais experientes do Canadá | Quality Sport Images/Getty Images
Sinclair é uma das jogadoras mais experientes do Canadá | Quality Sport Images/Getty Images

Bronze nas últimas duas edições dos Jogos Olímpicos (2012 e 2016), Christine Sinclair, aos 38 anos, é uma das atletas mais experientes e brilhantes da modalidade. A canadense, sem sombra de dúvidas, sairia bem no tiro com arco.

4. Lieke Martens (Holanda)

Martens é uma das grandes armas da Holanda | BSR Agency/Getty Images
Martens é uma das grandes armas da Holanda | BSR Agency/Getty Images

Se você não acompanhou o futebol feminino de perto nos últimos anos, pode não saber que a Holanda está entre as melhores seleções da atualidade. Após o vice-campeonato no Mundial de 2019, o time nacional chega credenciado para brigar pelo Olimpo.

Uma grande equipe só consegue tal status se tiver jogadoras de renome. E Lieke Martens se encaixa justamente nesse conceito. Deixá-la chegar com condições próximo do gol é perigo na certa...

5. Bia Zaneratto (Brasil)

Zaneratto está entre as artilheiras do Brasileirão | Quality Sport Images/Getty Images
Zaneratto está entre as artilheiras do Brasileirão | Quality Sport Images/Getty Images

Bia Zaneratto pode ter anotado "somente" um tento na goleada do Brasil diante da China, mas participou diretamente dos outros três. Além disso, aparece disparada na artilharia do Brasileirão Feminino, com 13 gols na conta. A atacante é viciada em balançar as redes.

6. Ellen White (Grã-Bretanha)

Camisa 9 brilhou na estreia da Grã-Bretanha | Masashi Hara/Getty Images
Camisa 9 brilhou na estreia da Grã-Bretanha | Masashi Hara/Getty Images

Camisa 9 de sua seleção, Ellen White é uma definidora nata. O faro apurado para gol ficou evidente na estreia do time nacional, quando a Grã-Bretanha bateu o Chile, por 2 a 0, com dois tentos da atacante - aliás, o segundo gol foi um voleio daqueles...

7. Vivianne Miedema (Holanda)

Miedema fez quatro gols na primeira rodada | BSR Agency/Getty Images
Miedema fez quatro gols na primeira rodada | BSR Agency/Getty Images

Vivianne Miedema vem de consecutivas temporadas explosivas com a camisa do Arsenal. Foram 18 gols anotados em 22 partidas disputadas no Campeonato Inglês 2020/21, estatística que faz dela uma das jogadoras mais perigosas de sua posição na atualidade.

Vimos seu faro artilheiro e pontaria afinada na estreia da Holanda nos Jogos de Tóquio: anotou quatro (!!) dos dez gols de sua equipe na vitória por 10 a 3 sobre a Zâmbia.

8. Megan Rapinoe (Estados Unidos)

Rapinoe costuma dar um show dentro e fora das quatro linhas | Ian MacNicol/Getty Images
Rapinoe costuma dar um show dentro e fora das quatro linhas | Ian MacNicol/Getty Images

Sensação da última Copa do Mundo, Megan Rapinoe está habituada a se destacar dentro e fora das quatro linhas. Com seis gols no torneio de seleções de 2019, ela foi uma das artilheiras da competição. Aos 36 anos, a atacante conhece bem o caminho do gol nas Olimpíadas, afinal, conquistou o Ouro em 2012.

9. Caroline Weir (Grã-Bretanha)

Weir em ação contra o Chile | Masashi Hara/Getty Images
Weir em ação contra o Chile | Masashi Hara/Getty Images

Depois de brilhar no Manchester City, a escocesa espera manter a boa performance nos Jogos Olímpicos. A meia-atacante, ao lado de Lucy Bronze, aparece como grande aposta do time nacional na competição. Olho nela...

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos