Árbitros vão ao vestiário antes do apito fugindo de invasão

Torcida do Huddersfield Town invadiu o campo antes do apito final. Foto: Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images
Torcida do Huddersfield Town invadiu o campo antes do apito final. Foto: Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images

Um fato inusitado marcou um dos jogos finais da divisão de acesso inglesa. Depois do empate em 1 a 1 no jogo de ida, o Huddersfield venceu o Luton (1-0) e garantiu a presença na final da Wembley, onde irá brigar pela promoção à Premier League contra o Nottingham ou o Sheffield United.

A partida já estava nos minutos finais e com o time casa em vantagem, os árbitros da partida já sabiam o que estava por vir.

Leia também:

O juiz até mostrou que queria apitar o fim do jogo, mas esperou que um dos auxiliares atravessasse o campo e se aproximasse do túnel, para escaparem para os vestiários e evitar que fossem engolidos pela multidão que começava a invadir o campo.

A equipe comandada pelo espanhol Carlos Corberan venceu por 1 a 0 no John Smith's Stadium com gol do reserva Jordan Rhodes aos 37 minutos da etapa final e deixou os torcedores da casa em êxtase. O resultado significa que o Town está agora a 90 minutos de garantir um retorno à Premier League.

Os Terriers, como são conhecidos, foram rebaixados há três anos, e agora enfrentarão Nottingham Forest ou Sheffield United na final no domingo, 29 de maio, às 16h30. Será sua primeira visita ao estádio nacional desde que derrotou o Reading nos pênaltis para garantir a promoção à Premier League em 2017.

O Town, que terminou a temporada regular da liga vencendo seis de suas últimas sete partidas, foi descartado pelas casas de apostas na pré-temporada e muitos especialistas também sugeriram que eles caíssem.

Mas a equipe de Corberan desafiou as probabilidades está perto de voltar a disputar uma das ligas mais competitivas do mundo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos