Arbitragem de Athletico-PR x Palmeiras muda de ideia e dá gol para Endrick

(Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras)


Não é brincadeira, torcedor! O árbitro Bráulio da Silva Machado, que havia anotado um gol para Gustavo Scarpa, na vitória do Palmeiras por 3 a 1 sobre o Athletico-PR, corrigiu a súmula da partida e transferiu a autoria do tento para o jovem Endrick. Dessa forma, a joia palmeirense fica com dois gols no triunfo na Arena da Baixada.

> Relembre a invencibilidade do Palmeiras fora de casa no Brasileirão

> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

Na jogada, aos 13 minutos do segundo tempo, Endrick rouba a bola de Pedro Henrique, parte para a área e toca para Dudu, que chuta em cima de um defensor. No rebote, o camisa 7 retoma a bola e rola para Scarpa que chuta ao mesmo tempo que Endrick. Pela transmissão, não foi possível detectar quem foi o autor, mas ficou a impressão de que o garoto teria sido o último a tocar na bola.

No entanto, alguns minutos antes da 1h da manhã de quarta-feira a dúvida foi sanada, quando a CBF publicou a súmula redigida por Bráulio da Silva Machado, árbitro da partida. No documento, o juiz catarinense da Fifa considerou que o gol de empate foi marcado por Gustavo Scarpa, aos 14 minutos do segundo tempo.

Acontece que na tarde desta quinta-feira houve uma reviravolta no caso. Provavelmente depois de olhar as imagens na TV, a arbitragem reviu a decisão e optou por corrigir a súmula da partida, tirando o gol de Scarpa e creditado para Endrick, que mais cedo já havia feito um post em seu Instagram comemorando os dois gols no duelo.

Dessa forma, o primeiro gol da carreira profissional de Endrick foi o de empate diante do Athletico-PR, aos 13 minutos da segunda etapa, o que só reforça a importância que o garoto teve na virada do Verdão, que encaminhou o título brasileiro nesta edição de 2022.