Arana diz que poucas chances o atrapalhou no futebol europeu

Valinor Conteúdo
LANCE!
Guilherme Arana ainda não estreará diante do torcedor mineiro nesta rodada. Ele fará condicionamento físico na Cidade do Galo-(Bruno Cantini/Atlético-MG(
Guilherme Arana ainda não estreará diante do torcedor mineiro nesta rodada. Ele fará condicionamento físico na Cidade do Galo-(Bruno Cantini/Atlético-MG(


O novo reforço do Atlético-MG, o lateral-esquerdo Guilherme Arana, de 22 anos, já foi apresentado e agora aguarda sua documentação para poder atuar pelo clube. Arana, que foi revelado pelo Corinthians, sendo campeão brasileiro em 2017, explicou como foi a volta ao Brasil e o porquê de não ter se fixado no futebol europeu.

Arana irá reencontrar um velho conhecido no clube, Fábio Santos, com quem esteve junto no Timão, já projetando a disputa pela posição na lateral-esquerda do Galo.

- Quero agradecer ao Atlético, porque foi difícil. Muita conversa. A gente sabe da dificuldade que é pro clube europeu liberar. Desde o princípio, quando surgiu o interesse do Atlético, fiquei muito otimista, junto com minha família. Graças a Deus se concretizou. Chego para trabalhar. O Fábio é um cara que sempre me aconselhou muito quando eu subi pro profissional, quando comecei. Chego para fazer meu trabalho e deixo nas mãos do treinador. Claro que quero jogar e vou fazer por merecer, mostrando todos os dias no campo e no treino-.disse Arana, que explicou o que não deu certo em sua passagem na Europa, com passagens pelo futebol espanhol, no Sevilla, e italiano, na Atalanta.




- Na Europa as coisas são um pouco diferentes, porque você não tem sequência. Às vezes você joga um jogo, no outro você está na arquibancada assistindo. Isso é difícil, jogador precisa de sequência. Chego no Sevilla em janeiro de 2018, na época que o pessoal está voando. Até você se adaptar é um pouco difícil. Lá, fazendo uma análise, acho que fui bem em todos os jogos que joguei. Fiz um gol no Barcelona e, no outro jogo, não estava nem no banco. São coisas que não entendia, mas é uma cultura, eu respeito. Nunca deixei de trabalhar, nunca deixei de ser profissional dentro do clube-disse.

Guilherme comentou também o seu empréstimo para a Atalanta, da Itália, entendendo os motivo de jogar pouco no clube italiano.

- No Atalanta não tem o que falar, o lateral que está lá, está fazendo gols todos os jogos. Eu queria jogar, mas eu entendo. O cara estava numa época que a bola batia nele, ia pro gol, não tinha jeito. Eu dei uma entrevista, elogiei ele, falei que queria ter mais oportunidades, mas compreendia. Aí o treinador pegou uma birra. Foi aí que eu parei de jogar. Mas foi uma experiência muito grande, cresci muito dentro e fora de campo, apesar de ter pouca idade. Essa passagem na Europa, por mais que eu não tenha desfrutado e jogado como as pessoas esperavam, aprendi bastante. Posso falar que estou mais maduro- completou.

Guilherme Arana tem contrato com o Galo até o meio de 2021 por empréstimo. Caso queira ficar com o jogador em definitivo, o alvinegro terá de desembolsar 5 milhões de euros(R$ 23 milhões).







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também