Arão, do Flamengo, sobre dívida de R$ 4,8 milhões com Botafogo: 'Na minha cabeça sempre foi resolvida'

·1 minuto de leitura


Willian Arão se pronunciou pela primeira vez sobre a dívida que possui com o Botafogo. O meio-campista do Flamengo, que foi condenado a pagar R$ 4,8 milhões ao Alvinegro no fim do mês passado pela Justiça, afirmou, na última segunda-feira, que a questão está sendo resolvida pelos seus advogados.

+ Ao L!, fundador do Footure comemora acerto com Botafogo e explica metodologia, visão e dados utilizados

Em entrevista ao programa "Bem, Amigos!", do SporTV, o meio-campista colocou que a questão financeira envolvendo o Botafogo, para ele, sempre esteve resolvida. Vale lembrar que Willian Arão não pode recorrer da decisão.

– Na minha cabeça (a dívida) sempre foi resolvida. Até porque, dos primeiros momentos, não era eu que tinha a dívida, mas a Justiça deu. Eu sempre falei e pontuei que quem cuida dessas coisas são meus advogados, minha cabeça é apenas para jogar futebol. Eu deleguei essa função para eles, até porque eles são dessa área. Eles me representam e eu só penso em jogar bola - afirmou.

A dívida vem da própria saída de Arão do Botafogo. No fim de 2015, após ter passado a temporada emprestado no Alvinegro, o clube depositou R$ 400 mil para contrata-lo em definitivo - como previsto em contrato -, mas o jogador devolveu o dinheiro e acertou o Flamengo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos