Arábia Saudita vai sediar GP de F1 em 2021

·1 minuto de leitura
Carro da equipe Haas, pilotado pelo francês Romain Grosjean, durante treino no circuito do Algarve, em Portugal
Carro da equipe Haas, pilotado pelo francês Romain Grosjean, durante treino no circuito do Algarve, em Portugal

O primeiro Grande Prêmio de Fórmula 1 da história da Arábia Saudita será uma corrida noturna em 2021, na cidade costeira de Jeddah, anunciou nesta quinta-feira o ministro dos Esportes do país, príncipe Abdel Aziz Ben Turki Al-Faysal. 

"Tenho o prazer de anunciar oficialmente que Jeddah sediará uma das corridas de Fórmula 1", disse o ministro em cerimônia na cidade da Arábia Saudita, localizada às margens do Mar Vermelho. 

“Esta corrida integra (o programa) “Visão 2030” e tem o apoio dos nossos governantes e mais especialmente do príncipe herdeiro”, Mohammed Bin Salman, arquiteto deste plano de modernização e diversificação da economia saudita, acrescentou o príncipe Abdel Aziz . 

O GP da Arábia Saudita está entre as etapas previstas no calendário da  F1 de 2021, cuja programação oficial será anunciada posteriormente. 

Um total de 22 provas deveriam ter sido realizadas em 2020, mas o calendário foi reduzido para 17 etapas devido à pandemia de covid-19. 

“Esperamos superar essa pandemia e que as pessoas possam participar dessa corrida, mas as coisas ainda não estão claras”, afirmou o ministro saudita. 

Enquanto esta corrida é a primeira na Arábia Saudita, outros países vizinhos já forma palco de uma prova da principal categoria do automobilismo mundial, como Emirados Árabes Unidos (Abu Dhabi) e Bahrein. 

A Arábia Saudita tem sediado grandes eventos esportivos nos últimos anos, com o desejo de desenvolver o setor de entretenimento e melhorar sua imagem, obscurecida pelas críticas às violações dos direitos humanos no reino ultraconservador.

aem/mah/sls/psr/lca