Apuração da denúncia de Gerson: Natan e Bruno Henrique são convocados para depor

LANCE!
·1 minuto de leitura


Nesta segunda-feira, em inquérito que apura a denúncia de Gerson, que acusa o meia Indio Ramirez, do Bahia, de injúria racial, Natan e Bruno Henrique foram convocados a prestar depoimento na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi).

Policiais da Decradi estiveram na Gávea, inclusive, para que fosse entregue ao departamento jurídico do Flamengo - cuja pasta é dirigida por Rodrigo Dunshee - a intimação para que o zagueiro e o atacante do Rubro-Negro depõem como testemunhas na investigação.

De acordo com informações iniciais do site "GE", a delegada Marcia Noeli, à frente do caso, solicitará ao Flamengo o laudo solicitado pelo clube junto a especialistas em leitura labial, na semana passada, em que Ramírez teria dito "seu negro" em um discussão com Gerson, que prestou depoimento na Decradi na última terça-feira.

Natan e Bruno Henrique estavam próximos do entrevero, cabe destacar.

Há uma semana, a delegada Marcia Noeli havia informado que Ramírez, o técnico Mano Menezes e o árbitro Flavio Rodrigues de Souza também darão depoimento (por carta precatória, pois estão em outro estado) sobre o caso.