Apresentado no Fortaleza, Bruno Pacheco comenta saída do rival Ceará

Apresentação de Bruno Pacheco (Karim Georges/FEC)


O lateral-esquerdo Bruno Pacheco concedeu a tradicional entrevista coletiva de apresentação no Fortaleza e, dentre os questionamentos, respondeu sobre o que teria motivado a sua saída do arquirrival, Ceará.

Na avaliação do jogador, o fato se deu por conta do clube onde esteve durante três temporadas ter "outros projetos", sem dar maiores detalhes do que seriam esses projetos. Por outro lado, ele agregou que a apresentação da proposta feita pelo Leão do Pici também foi determinante para sua decisão.

>Mercado da bola: confira as negociações dos principais clubes do país

O atleta hoje com 31 anos de idade também fez observações sobre a existência de interesse antigo do Fortaleza nos seus serviços bem como os primeiros contatos e impressões do técnico Juan Pablo Vojvoda.

- Estou feliz porque fui muito profissional durante três anos com o Ceará. Claro que foi uma saída que muitos não esperavam. Mas eu tenho uma carreira, eles estavam com outros projetos. O projeto que me apresentaram aqui me agradou. Fui bem acolhido, estou feliz. Estou focado aqui agora, sou grato por tudo que já passei, mas agora eu defendo as cores do Fortaleza, meu foco agora é no Fortaleza - apontou Bruno, acrescentando:

- Na primeira conversa que tive com o Vojvoda fui cobrado. Já vi vídeos. Só elogios, espero corresponder. Na fase mais difícil que o clube teve, manteve o treinador porque conhecia o trabalho do professor. Ele é muito elétrico, conversava comigo e depois já estava no campo. Ele deixa muito claro e valoriza muito o atleta, o ambiente de trabalho. Ele vai me cobrar bastante e também deixei bem claro que quero ser cobrado.

Com a modificação no regulamento do Campeonato Cearense para 2023, o Fortaleza começa a defender o título estadual, no próximo dia 15 de janeiro, frente ao Iguatu.