Após virada da Furia contra Navi, KSCERATO mostra confiança: 'Sabemos que somos bons'

Furia está a duas vitórias do título do Major (Foto: Stephanie Lindgren/ESL Gaming via ESPAT)
Furia está a duas vitórias do título do Major (Foto: Stephanie Lindgren/ESL Gaming via ESPAT)

O jogo começou de forma dramática. Após virar na Nuke, a Furia sofreu um revés e acabou perdendo para a Natus Vincere no primeiro mapa das quartas de final do Major de Counter-Strike: Global Offensive. Mas tudo mudou em Ancient e Mirage, com o quinteto brasileiro vencendo por 2 a 1 e levando o público ao delírio na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, na noite desta sexta (11).

Perdendo por 13 a 8 na Nuke, a Furia conseguiu virar para 14 a 13 e colocou a NAVI em uma situação financeira ruim. Mas os europeus venceram uma rodada com poucos equipamentos e levaram o primeiro mapa por 16 a 14.

Depois de uma frustração dessa, como apagar e se preparar para o segundo mapa? Para Kaike 'KSCERATO' Cerato, não foi um problema.

"Perder a Nuke foi situacional. Teve algumas situações que eles ganharam que não poderiam ter ganhado, algumas que a gente ganhou que não deveria ter ganhado. O jogo lá foi muito resumido por jogadas individuais", afirmou KSCERATO. "Na Ancient jogamos como coletivo, todo mundo muito bem. Sabemos que somos um time muito forte, não importa o lado que seja. Sabemos que somos bons."

Para Rafael 'saffee' Costa, deu para tirar coisas boas da Nuke, mesmo com a derrota, e pensar positivamente para o segundo mapa.

"Foi mais resetar, levar as coisas boas da Nuke - a gente tava comunicando bem, estava fazendo bem os rounds. Era mais resetar, ficar com a cabeça fria. A gente sabia que a nossa Ancient é forte", comentou o awper.

Na Ancient, escolha da Furia, o quinteto brasileiro foi muito bem, sendo forte mesmo no lado mais fraco do mapa e venceu por 16 a 10.

O mapa decisivo foi Mirage. Depois de um primeiro tempo favorável, vencido por 8 a 7, a Furia não tirou o pé do acelerador e contou com uma pequena sorte - electroNic não tendo um kit na rodada 24, quando até os fãs já tinham desistido - para vencer por 16 a 10 novamente.

Como em todo jogo de um time brasileiro no torneio, a torcida lotou a arena e fez bastante barulho do início ao fim, ajudando bastante a Furia no jogo.

"A torcida tá totalmente bizarra. No meio do estádio dá para você ouvir diversos cantos, 'pororopopó' de um lado, 'é kscerato' do outro... É muita gente, a festa é linda", disse Kaike.

"Temos que focar nos próximos dois jogos, mas só essa emoção e atmosfera da arena é algo que vai ficar para a história e estamos felizes de participar disso", afirmou saffee.

No sábado (12), o desafio é contra a Heroic, que também vem em ótima fase no major e ganhou carinho da torcida.

Dá para se preparar, KSCERATO?

"Calma que nem acabou o dia (risos). A gente vai se preparar ainda, mas estamos confiantes. Tem analista, tem técnico, temos os caras que trabalham pra caramba. A gente só tem que sentar e jogar, aí fica fácil", brincou o jogador.

Programação

Quinta, 10 de novembro

14h - Fnatic 0x2 Outsiders
17h30 - Cloud9 1x2 Mouz

Sexta, 11 de novembro

14h - Heroic 2x0 Team Spirit
17h30 - Furia 2x1 Natus Vincere)

Sábado, 12 de novembro

14h - Outsiders x Mouz
17h30 - Furia x Heroic

Domingo, 13 de novembro

13h - Showmatch: Brasil x Suécia
15h - Final

Onde assistir

Para o Brasil, a transmissão oficial em português pode ser encontrada no canal do Gaules na Twitch. A transmissão internacional está no canal da ESL na Twitch.