Após troca de acusações, Witzel quer reunião com Bolsonaro

Pedido de audiência pública com o presidente foi protocolado pelo governador do Rio na manhã desta terça-feira. (Foto: Mauro Pimentel/AFP via Getty Images)
Pedido de audiência pública com o presidente foi protocolado pelo governador do Rio na manhã desta terça-feira. (Foto: Mauro Pimentel/AFP via Getty Images)

Depois de trocarem acusações, o governador do Rio Wilson Witzel protocolou na manhã desta terça-feira (26) um pedido de audiência pública endereçado ao presidente Jair Bolsonaro.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

No ofício de número 389/2019 enviado ao Palácio do Planalto, Witzel diz querer abordar “assuntos de relevante interesse para o Estado do Rio de Janeiro” como a renovação do Regime de Recuperação Fiscal e questões relacionadas à segurança pública.

Leia também

O documento foi emitido cinco dias após Bolsonaro afirmar, em discurso público, que Witzel tem transformado sua vida “em um inferno” e pergunta ao presidente se uma agenda será possível ainda esta semana, já que o governador tem compromissos em Brasília.

Na semana passada, Witzel afirmou que vai acionar Bolsonaro no Supremo Tribunal Federal (STF) devido às afirmações do presidente no lançamento do seu partido, em Brasília. O governador do Rio também disse que "quem não deve não teme".

Em seu discurso na convenção do “Aliança pelo Brasil”, Bolsonaro acusou Witzel de manipular as investigações da Polícia Civil sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco, que aconteceu em 2018.

O presidente também disse que sua “vida virou um inferno” depois que Witzel foi eleito.

da Agência O Globo

Leia também