Após Caso Edenílson, Timão encerra papo por Bruno Mendez

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bruno Mendez está emprestado ao Inter até junho (Pedro H. Tesch/AGIF) (Pedro H. Tesch/AGIF)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Corinthians colocou um ponto final na tratativa com o Internacional por Bruno Mendez. O Blog apurou que o episódio do último sábado, quando Edenílson acusou Rafael Ramos de racismo, aumentou o distanciamento as diretorias colorada e alvinegra.

"Não há mais negociação entre Corinthians e Inter. O Corinthians conta com o retorno do Bruno Mendez e só aceitará negociá-lo pelos valor estabelecido no contrato de empréstimo, que é de US$ 6 milhões por 50% dos direitos", afirma uma pessoa envolvida.

Leia também:

Além da questão envolvendo Edenilson, a diretoria alvinegra se incomodou com a condução dos colorados durante a discussão para a permanência em definitivo do zagueiro uruguaio.

Na semana passada, as tratativas pareciam próximas depois de o Corinthians pedir US$ 3,5 milhões por 30% dos direitos econômicos. Tal cifra era uma contraproposta diante da primeira oferta do Inter, considerada baixa pelos dirigentes alvinegros.

O zagueiro é representado pelo empresário Eduardo Bou Daye. Importante: Bruno Mendez já tem quatro partidas pelo Inter no Brasileirão. Desta maneira, só pode entrar em campo mais duas vezes no torneio nacional, sob o risco de não poder defender o Corinthians em seu retorno. Vitor Pereira, inclusive, já solicitou o retorno do uruguaio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos