'Não posso usar a palavra lindo pois perdemos, mas estou orgulhoso', diz Abel Braga após queda do Vasco

Abel Braga na derrota do Vasco para o Botafogo neste domingo, no Nilton Santos (Foto: Nayra Halm/Fotoarena)
Abel Braga na derrota do Vasco para o Botafogo neste domingo, no Nilton Santos (Foto: Nayra Halm/Fotoarena)


Em entrevista coletiva após a eliminação do Vasco na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, ao ser derrotado pelo Botafogo neste domingo, o técnico Abel Braga afirmou estar orgulhoso de sua equipe. Ele fez questão de lembrar a polêmica declaração após a derrota para o Flamengo, dizendo que não poderia usar a palavra lindo e nem dizer estar satisfeito, destacando que foi o melhor desempenho cruz-maltino na temporada, considerando o time que entrou - com muitas crias da base.

- O tempo está igual para todos. Hoje foi um time diferente. Não posso usar a palavra lindo ou dizer que estou satisfeito, porque perdemos, mas estou orgulhoso. Não foi merecido. Estávamos tão bem e com tanta confiança, que perdemos uma bola aos 44 com dois jogadores fora de posição, o menino não fez a falta. É frustrante para nós e para o torcedor. mas pode ter certeza que o Vasco tem um time e eu vou achar. Tudo foi planejado. Não estamos decepcionados, estamos chateados. Talvez hoje, se considerar o time que entrou, foi nossa melhor apresentação. Chegamos 32 vezes no último terço do campo, estivemos muito mas perto da área deles - comentou o treinador.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR E SIMULAR A TABELA DA COMPETIÇÃO



Com o resultado, o Vasco ficou com quatro pontos, no Grupo B da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, e faltando apenas uma rodada, não consegue mais chegar no Madureira, segundo lugar, que já tem dez pontos. Pela competição, volta a campo no próximo domingo diante da Portuguesa, cumprindo tabela. Antes, na quarta-feira, estreia na Conmebol Sul-Americana contra o Oriente Petrolero. É quando Abel Braga planeja começar a mudança em São Januário.

- O torcedor vai embora chateado e protestou. Ok, ele é soberano. Mas ele pode ter a convicção que isso vai mudar, o mau momento passará. Vamos fazer de tudo para que comece na quarta-feira. Vamos tomar cuidado para não sofrer gol, eles jogam em uma linha de cinco. Vamos ter de ultrapassar essa barreira. Por favor, torcedor vascaíno, compareça na quarta. Nós vamos conseguir - finalizou o comandante durante conversa com os jornalistas.



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também