'Humilde', Bruno Henrique retribui elogios e credita boa fase ao Mister

O atacante Bruno Henrique faz grande temporada pelo Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
O atacante Bruno Henrique faz grande temporada pelo Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)


Jorge Jesus rasgou elogios a Bruno Henrique após a atuação do camisa 27 na vitória por 4 a 1 sobre o Corinthians, no domingo. Além dos gols, o português optou por destacar a "humildade" do jogador, vice-artilheiro do Flamengo na temporada, com 28 gols. Os números evidenciam a importância do atacante no sucesso da equipe, e BH27 divide os méritos da boa fase com o treinador.

- O Jesus mudou a cara do Flamengo. Hoje sou um jogador mais completo. Se eu tivesse um treinador europeu em outros clubes, eu teria sido melhor. Ele quer ajudar, é nítido, e sempre nos mostra o caminho. Se eu fosse um garoto hoje, pegaria de lição tudo o que ele passa. Na Europa não tive um treinador que me desse o caminho. Não aconteceu - afirmou o atacante Bruno Henrique.


O atacante não é o primeiro atleta a destacar a importância do Mister em seu desenvolvimento. Pablo Marí, contratado pelo clube em junho, disse que o treinador "mudou sua vida". Veja o que Mister disse do atacante.

- Bruno Henrique é um jogador completo. Tem muito talento e tem uma coisa importante para um grande jogador. É muito humilde, trabalha para o time. A maior parte dos atacantes só gosta de jogar com a bola. E o Bruno não é assim. Um jogador completo - avaliou Jorge Jesus, técnico contratado pelo Flamengo em junho.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Negociado junto ao Santos no início do ano, Bruno Henrique faz seu ano mais goleador da carreira. Até então,2017 havia sido a temporada com mais gols do atacante: 18 gols em 53 jogos pelo Peixe. No Flamengo, 28 gols em 53 partidas.

O destaque passa pelo protagonismo em momentos decisivos. São nove gols em clássicos, e quatro na fase de mata-mata da Copa Libertadores. O atacante ainda serviu os companheiros com 13 passes decisivos, sendo seis na Liberta.

Confira outras respostas do atacante Bruno Henrique, do Flamengo:

Mudança da decisão da Libertadores para Lima, no Peru


Agora estamos mais tranquilo. Você jogar uma final de Libertadores em um país com muitos problemas não é legal. Não só para os jogadores, mas também torcedores e jornalistas. Seria um prato cheio para as manifestações, poderia ser algo trágico. Em Lima será mais tranquilo. Mandamos força para o Chile por tudo o que está acontecendo.

Desempenho na temporada
Fico feliz por entrar para a história do clube como terceiro maior artilheiro (em uma só temporada nesse século), atrás de grandes como Gabriel e Hernane. Não imaginava. Só pensava em jogar bem. Quando fazermos as coisas certas, tudo tende a dar certo. Espero no final comemorar tudo o que está acontecendo comigo.

Disputa com Gabigol pela artilharia do Brasileirão
Não é muito meu posicionamento brigar pela artilharia. Brigo para ajudar o Flamengo, ajudar os meus companheiros. Os gols acontecem naturalmente. E o Gabriel está bem longe. Deixo esse posto para ele.







Leia também