'Fica Gabigol', mosaico e 'ameaça' ao Liverpool: torcida celebra títulos do Flamengo

Luiza Sá
LANCE!
Flamengo venceu o Ceará no Maracanã (Foto: Luiza Sá)
Flamengo venceu o Ceará no Maracanã (Foto: Luiza Sá)


Ter o Maracanã lotado não é uma novidade em jogos do Flamengo em 2019. E, nesta quarta-feira, a torcida rubro-negra fez a festa ao receber o time de Jorge Jesus pela primeira vez após o título da Copa Libertadores, no último sábado, e a confirmação do heptacampeonato do Campeonato Brasileiro, no domingo. Mesmo com a derrota parcial por 65 minutos, o clima de alegria pelas conquistas não foi abalado. O estádio recebeu mais de 67 mil pessoas na vitória contra o Ceará por 4 a 1, pela 35ª rodada.

Antes da bola rolar, a torcida ainda levantou o mosaico que dizia "Vencemos Juntos". Durante a campanha da Libertadores, o Flamengo utilizou "Jogamos Juntos". Agora, os rubro-negros reconhecem seu papel fundamental para a conquista do bicampeonato. Além disso, em música que fala sobre os títulos brasileiros conquistados, os presentes cantaram pela primeira vez que agora tem sete taças. Na festa da vitória, inclusive, a torcida já começou a "se preparar" para o Mundial de Clubes cantando "Liverpool, pode esperar, a sua hora vai chegar".

> Confira e simule a tabela do Brasileirão



Antes da partida, torcedores com as tradicionais faixas de campeão dominavam os arredores do Maracanã. E praticamente todas as rodas de conversa tinham apenas um assunto: a emocionante final da Libertadores. Entre os comentários, o jogo contra o River Plate, a reação nos gols já nos minutos finais de Gabigol e as muitas promessas feitas e que ainda precisam ser cumpridas. O clima era de completa alegria.

O herói do título, inclusive, voltou a ouvir o pedido para ficar no Flamengo. Suspenso, Gabriel Barbosa esteve em um dos camarotes e torceu pelos companheiros. Atualmente, o Flamengo afirma já ter feito proposta para a Inter de Milão para permanecer com o atacante na próxima temporada, dependendo apenas dele para a definição do futuro.

Durante a partida, a torcida só mostrou impaciência com Rodinei, que fez uma partida limitada. Mesmo com a vitória do Ceará até o início do segundo tempo, o espírito foi de apoio e comemoração. Depois dos dois gols de Bruno Henrique, o Maracanã explodiu para a celebração rubro-negra em um dos momentos mais importantes de sua história. A despedida nesse Brasileirão será contra o Avaí, na quinta-feira, dia 5, pela penúltima rodada.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também