'Falta de confiança' fez Rodriguinho não bater pênalti decisivo pelo Timão

Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro

Após a eliminação para o Internacional na quarta fase da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira, o meia Rodriguinho declarou que não quis cobrar um pênalti pois estava sem confiança. O jogador também reclamou de dores no joelho e revelou que teve cãibra no decorrer do confronto.

- Eu estava bem cansado, com dor no joelho, sentindo cãibra. Falei que se tivesse alguém mais confiante, que batesse - afirmou o apoiador.

O técnico Fábio Carille confirmou que o armador não quis bater o pênalti, reiterou a falta de confiança do camisa 26 e entendeu a justificativa do atleta.

- Conversei com o Rodriguinho, trouxemos o Jadson para dentro, ele recuou mais, estava sofrendo um pouquinho. Depois, ele não se sentiu confiante para fazer. Faz parte, temos de escutar o atleta também. Por isso decidimos pela ida do Arana - disse o treinador.

O comandante alvinegro ainda tentou passar força a Guilherme Arana e Maycon, jovens jogadores que perderam pênaltis diante do Colorado:

- Falei aos garotos que perderam pênaltis: não foram vocês que saíram da Copa do Brasil, foi o Corinthians. Está todo mundo um pouco cabisbaixo, mas são nove jogos sem perder, então já na sexta-feira temos que estar com a cabeça boa para fazermos um ótimo jogo e passarmos à final do Campeonato Paulista no domingo.









E MAIS: