'Cyborg' se coloca a disposição para ajudar Claressa Shields em transição para o MMA

Depois da notícia de que Jon Jones, campeão meio-pesado do UFC, estaria disposto a ajudar Claressa Shields em uma possível transição para o MMA, outra estrela da modalidade se colocou à disposição da boxeadora visando sua preparação para um, ainda, hipotético duelo contra Amanda Nunes, atual detentora dos cinturões peso-galo (61 kg) e peso-pena (66 kg) do Ultimate. Ao site ‘MMA Fighting’, Cris ‘Cyborg’, uma das melhores lutadoras de todos os tempos, aconselhou a pugilista a ir com calma caso realmente migre para o Mixed Martial Arts, mas revelou que a auxiliaria caso tivesse a oportunidade.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Multicampeã e principal lutadora do boxe profissional feminino do planeta, Claressa já expressou seu interesse em enfrentar Amanda Nunes. Com a relutância da campeã do UFC em aceitar um combate na nobre arte, um duelo nas regras do MMA seria o mais provável de acontecer. Com mínima experiência em qualquer outra arte marcial que não seja o boxe, Shields busca ajuda no processo de transição para o novo esporte. Em ‘Cyborg’, com quem compartilhou uma sessão de treinamentos há alguns anos, a pugilista americana pode ter, além da expertise de uma ex-campeã do UFC, alguém com a experiência de já ter lutado contra Nunes. Apesar de se mostrar disposta a ajudar a boxeadora, Cris afirmou que teria mais paciência na condução dessa transição de esportes.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Veja outras notícias de MMA e lutas

“Se fosse minha atleta, eu faria umas lutas de MMA primeiro. Acho que com tudo, ela pode ser grande. E as pessoas vão amá-la também. Se eu for capaz de ajudá-la – se eu tiver a oportunidade, com certeza (vou fazer). Eu acho que precisamos ver quão rápido ela pega as coisas. Se nós treinarmos juntas, como ela treina, quão rápido ela aprende. Mas jovens aprendem muito rápido. Ela pode usar seu boxe, que é ótimo. Ela precisa apenas de alguns detalhes, e aprender jiu-jitsu e wrestling. Uma jovem garota gosta de fazer o que ela quer, e se Shields quer lutar com a Amanda e vencê-la, ela deveria seguir seu coração e fazer o seu melhor”, declarou Cris ‘Cyborg’.

Ex-campeã peso-pena do UFC – além de ter em seu currículo os títulos do Strikeforce e do Invicta FC -, Cris ‘Cyborg’ perdeu o cinturão do Ultimate justamente para Amanda Nunes em dezembro de 2018, ao ser nocauteada pela compatriota ainda no primeiro round da luta. A paranaense faz sua estreia no Bellator no dia 25 de janeiro, contra Julia Budd, em combate válido pelo cinturão até 66 kg da organização. Já Claressa Shields – bicampeã olímpica no boxe amador – segue invicta em sua carreira profissional após dez pelejas.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também