'Cowboy' Cerrone pega seis meses de suspensão médica após UFC 246

AgFight

Nesta terça-feira (21), a Comissão Atlética do Estado de Nevada anunciou as suspensões médicas correspondentes aos lutadores que competiram no UFC 246, realizado no último sábado, em Las Vegas (EUA). Uma das estrelas da luta principal, Donald Cerrone – que foi derrotado por Conor McGregor em apenas 40 segundos de combate – levou um gancho de seis meses. Ao todo, dos 22 atletas que se apresentaram no show, 14 receberam algum tipo de sanção médica.

De acordo com o site ‘MMA Fighting’, que teve acesso ao comunicado da entidade, Cerrone teve seu nariz quebrado, provavelmente em decorrência das ombradas desferidas por McGregor, além de ter sofrido uma ‘leve’ fratura orbital. O ‘Cowboy’, como é conhecido, pode retornar aos octógonos antes dos 180 dias caso consiga o aval de um médico especialista atestando sua plena recuperação das contusões.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Outro atleta presente no UFC 246 que pode ser suspenso por 180 dias é Diego Ferreira, que finalizou Anthony Pettis no card principal do evento. O brasileiro, que saiu mancando do octógono, precisa passar por uma ressonância magnética para saber a extensão da lesão no joelho direito. Dependendo do resultado dos testes, o peso-leve (70 kg) pode ficar afastado por seis meses ou até receber a liberação médica.

Assim como o brasileiro, Maycee Barber também lesionou o joelho no último sábado, ao ser superada por Roxanne Modafferi por pontos, e depende dos resultados dos exames para saber se será suspensa por seis meses ou não. Caso a previsão de seu pai se confirme, e ela realmente tenha rompido o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, o período de afastamento da lutadora pode inclusive ser maior que os 180 dias estipulados pela Comissão Atlética, já que a previsão de recuperação de uma cirurgia deste tipo costuma ser de oito meses.

Confira a lista de suspensões médicas do UFC 246:

Donald Cerrone: suspenso até o dia 17 de julho, podendo ser liberado antes por um especialista.
Aleksei Oleinik: suspenso até o dia 4 de março.
Maurice Green: caso os exames apontem lesão, suspenso até o dia 17 de julho ou até ser liberado por um especialista.
Ode Osbourne: suspenso até o dia 9 de fevereiro.
Anthony Pettis: precisa de liberação médica por lesão no pé esquerdo, ou está suspenso até o dia 17 de julho.
Diego Ferreira: caso os exames apontem lesão no joelho, suspenso até o dia 17 de julho ou até ser liberado por um especialista.
Maycee Barber: caso os exames apontem lesão no joelho, suspensa até o dia 17 de julho ou até ser liberada por um especialista.
Andre Fili: suspenso até o dia 18 de fevereiro.
Sodiq Yussuf: caso os exames apontem lesão, suspenso até o dia 17 de julho ou até ser liberado por um especialista.
Tim Elliot: suspenso até o dia 4 de março.
Askar Askarov: suspenso até o dia 18 de fevereiro.
Nasrat Haqparast: suspenso até o dia 19 de março.
Justin Ledet: suspenso até o dia 18 de fevereiro.
JJ Aldrich: caso os exames apontem lesão, suspenso até o dia 17 de julho ou até ser liberado por um especialista.

Leia também