'Cara de Sapato' vê ano de 2019 como aprendizado e provoca 'Borrachinha': "Sem caráter"

Antônio ‘Cara de Sapato’ mira voltar à melhor forma em 2020 – Rigel Salazar

Após engatar uma sequência de cinco vitórias e entrar no top 15 do ranking do peso-médio (84 kg), Antônio ‘Cara de Sapato’ mirava chegar mais perto do topo da divisão em 2019. No entanto, após lidar com lesões, o brasileiro acumulou dois reveses seguidos e freou, por ora, seu objetivo. Sem se abalar, o brasileiro, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag.Fight, disse que vai usar esses momentos negativos para amadurecer e voltar melhor em 2020.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A última vitória de ‘Cara de Sapato’ aconteceu em abril de 2018, quando finalizou Tim Boetsch. Após esse combate, o brasileiro demorou mais de um ano para pisar no octógono, em maio deste ano. Dessa maneira, o faixa-preta de jiu-jitsu afirmou que esse tempo afastado prejudicou seu embalo dentro da organização.

“A lesão sempre atrapalha muito e o tempo que ficamos fora… Com isso perdemos o tempo de luta. Eu estava muito bem, aí veio essa lesão e outros problemas pessoais, mas que já foram resolvidos. Estava me sentindo bem, mas acho que tudo influenciou. Mas o esporte é difícil, é cruel e às vezes a gente perde num detalhe. Me vejo voltando com tudo, cada luta é um aprendizado. Aprendi muito nas minhas derrotas, então não vai ser diferente agora. É o momento de amadurecimento, pois sei que muita coisa boa vai vir pela frente”, afirmou.

Após ser derrotado por Uriah Hall, por decisão dividida, em setembro deste ano, o brasileiro já mira voltar a competir logo no início de 2020. O lutador agora confia que com um tempo necessário de treinamentos e sem lidar com lesões, ele vai poder retomar sua grande fase.

“Me convidaram para lutar no UFC São Paulo, mas não faria um bom camp, ainda mais vindo de derrota, não aceitaria pegar em cima da hora e me colocar em risco. Mas pedi luta para janeiro e fevereiro. Eu já quero lutar no início do ano. Estava querendo dar uma descansada agora, vim para o Brasil, passar um tempo treinando com os amigos. Foi um tempo bom para voltar aos Estados Unidos e dar continuidade ao trabalho”, disse.

Campeão da terceira edição do ‘The Ultimate Fighter Brasil’, ‘Cara de Sapato’ nutriu uma rivalidade com Paulo ‘Borrachinha’ no programa. Atualmente, ambos os lutadores vivem se provocando nas redes sociais e esse tema não deixou de ser abordado pelo peso-médio. A última alfinetada aconteceu após a derrota do paulista para Hall, o que gerou sua revolta.

“Eu acho o ‘Borrachinha’ um cara sem caráter, sem personalidade. Está querendo imitar o (Conor) McGregor, falar, se promover. Isso não é a minha. Depois da minha segunda derrota o cara vem falar de mim, botar post falando mal de mim. Ele deve gostar de mim. O cara está na boca do cinturão e vem falar de mim (risos). Deve querer ser eu, só pode. Ele está vivendo o momento dele, quer aproveitar ao máximo, porque sabe que não tem capacidade de manter essa trajetória. No UFC é muito difícil. Eu mesmo, estava vindo de cinco vitórias, que eu acho que é o que ele tem no Ultimate, e agora perdi duas vezes. O Adesanya tem muito mais capacidade do que ele”, finalizou.

No MMA profissional desde 2013, Antônio ‘Cara de Sapato’ tem dez vitórias e quatro derrotas na carreira. O lutador ganhou destaque em 2014, quando sagrou-se campeão da terceira edição do ‘The Ultimate Fighter Brasil’.

Leia também