Apoiado por Leila, Seraphim é reeleito à presidência do conselho do Palmeiras

Yahoo Esportes
Leila Pereira, dona da Crefisa, apoiou Seraphim del Grande à reeleição à presidência do conselho deliberativo do Palmeiras (Gazeta Press)
Leila Pereira, dona da Crefisa, apoiou Seraphim del Grande à reeleição à presidência do conselho deliberativo do Palmeiras (Gazeta Press)

O presidente do conselho deliberativo do Palmeiras, Seraphim del Grande, foi reeleito na noite desta segunda-feira (11). Ele concorria com Sylvio Mukai, representante da oposição. Dos 249 conselheiros presentes, 146 votaram em Seraphim, e 90 em Mukai, com 13 brancos.

O vice eleito também é um representante da situação, Roberto Silva, que recebeu 132 votos. Rita Consentino, candidata da oposição, ficou em segundo ao amealhar 94 votos, e José Generoso, o segundo candidato da situação, obteve 14 votos. Houve nove votos em branco.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Seraphim concorreu com o apoio de Leila Pereira, conselheira e dona da patrocinadora Crefisa. Com Seraphim à frente do conselho, Leila conquistou diversas vitórias. O conselho deliberativo aprovou o aditivo do Palmeiras com a patrocinadora, que havia sido vetado pelo COF (Conselho de Orientação Fiscal). O órgão também aprovou a alteração do estatuto que aumentou para três anos o mandato dos presidentes, iniciando com Mauricio Galiotte.

A votação aconteceu com o conselho deliberativo do clube parcialmente renovado. Na última eleição, no dia 9 de fevereiro, em relação às cadeiras em disputa, a situação fez o dobro de conselheiros do que a oposição.

Com o comando do conselho assegurado por um aliado, a prioridade da situação passa a ser a eleição do COF, prevista para a próxima segunda-feira (18). Estão inscritos 37 candidatos, que concorrem a 15 cadeiras de membros efetivos e a 7 vagas de suplentes.

“No Palmeiras os três poderes têm que se ajudar de forma harmoniosa, que é o que tem acontecido com o executivo e o conselho deliberativo”, aponta Seraphim. “Não tem havido essa unidade com o Conselho de Orientação, por isso queremos uma renovação do COF.”

Leila tem se desentedido com o órgão porque este tem questionado os aditivos do contrato entre clube e patrocinadora, além de ter reprovado balancetes mensais do clube. Entre os ex-presidentes, membros natos do órgão, cinco (Mustafá Contursi, Carlos Facchina, Arnaldo Tirone, Affonso Della Monica e Paulo Nobre) tem feito oposição ou são neutros em relação à Crefisa, e um (Luiz Gonzaga Belluzzo) se posiciona favoravelmente à patrocinadora.

 

 

Leia também