Apesar de problemas físicos, Messi lidera convocados da Argentina para eliminatórias

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Lionel Messi
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BUENOS AIRES (Reuters) - Lionel Messi liderou a convocação da seleção argentina para a rodada dupla das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar, contra Uruguai e Brasil, apesar dos problemas físicos que o impediram de jogar as últimas partidas do Paris Saint-Germain.

Messi integrou a lista de convocados da equipe argentina depois de não ter desfalcado o PSG devido a "desconforto na coxa esquerda e dores no joelho após contusão", segundo o clube parisiense.

Entre as novidades da lista estão o retorno do atacante da Juventus Paulo Dybala após marcar dois gols na vitória por 4 x 2 sobre o Zenit na Liga dos Campeões e a convocação do meia Leandro Paredes, do PSG, apesar de uma lesão muscular.

O técnico Lionel Scaloni também incluiu pela primeira vez os jovens Enzo Fernández, Santiago Simón, Exequiel Zeballos, Cristian Medina, Gastón Ávila, Federico Gomes Gerth e Matías Soulé.

Nas últimas partidas pelas eliminatórias em 2021, a Argentina jogará no dia 12 contra o Uruguai em Montevidéu e recebe o Brasil no dia 16 no estádio Del Bicentenário, na província de San Juan.

Veja lista de convocados da Argentina:

Goleiros: Franco Armani (River Plate), Emiliano Martínez (Aston Villa, Inglaterra), Juan Musso (Atalanta, Itália) e Federico Gomes Gerth (Tigre).

Defensores: Gonzalo Montiel (Sevilha, Espanha), Nahuel Molina Lucero (Udinese, Itália), Cristian Romero (Tottenham, Inglaterra), Germán Pezzella (Betis, Espanha), Nicolás Otamendi (Benfica, Portugal), Lucas Martínez Quarta (Fiorentina), Nicolás Tagliafico (Ajax), Lisandro Martínez (Ajax), Marcos Acuña (Sevilha, Espanha) e Gastón Ávila (Rosário Central).

Meio-campistas: Guido Rodríguez (Betis), Leandro Paredes (PSG), Enzo Fernández (River Plate), Rodrigo De Paul (Atlético de Madri), Exequiel Palacios (Bayern Leverkusen, Alemanha), Giovanni Lo Celso (Tottenham), Nicolás Domínguez (Bolonha, Itália), Santiago Simón (River Plate), Cristian Medina (Boca Juniors), Matías Soulé (Juventus) e Thiago Almada (Vélez Sarsfield).

Atacantes: Ángel Di María (PSG), Lionel Messi (PSG), Lautaro Martínez (Inter, Itália), Ángel Correa (Atlético de Madri), Paulo Dybala (Juventus), Julián Álvarez (River Plate), Joaquín Correa (Inter, Itália), Nicolás González (Fiorentina) e Ezequiel Zeballos (Boca Juniors).

(Reportagem de Ramiro Scandolo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos