Jovens resolvem e Santos vence o Deportivo Lara na Libertadores

Rafael Marson
·3 minuto de leitura
Brazil's Santos Kaiky Fernandes Melo (L) celebrates with teammates after scoring against Venezuela's Deportivo Lara during the Copa Libertadores football tournament second round match at the Vila Belmiro stadium in Santos, Brazil, on March 9, 2021. (Photo by GUILHERME DIONIZIO / POOL / AFP) (Photo by GUILHERME DIONIZIO/POOL/AFP via Getty Images)
Kaiky comemora após marcar gol na vitória do Santos (GUILHERME DIONIZIO/POOL/AFP via Getty Images)

Em partida de ida da segunda fase da Libertadores, o Santos venceu o Deportivo Lara-VEN por 2 a 1, na Vila Belmiro. Vinícius Balieiro e Kaiky marcaram para os mandantes, enquanto Ignacio Anzola descontou para os visitantes.

Com o resultado, qualquer empate ou vitória dos comandados de Ariel Holan classifica os brasileiros. Caso vença por 1 a 0, o Lara consegue a classificação. O duelo de volta acontece na próxima terça-feira (16), às 19h15, em Caracas.

Leia também:

MENINOS DA VILA LIGADOS

A partida começou com o Santos controlando o jogo, trocando passes e buscando jogadas pela lado, com Soteldo e Ângelo.

E foi com o garoto de 16 anos que o Peixe teve a grande chance de abrir o placar. Em jogada individual do camisa 27, ele cruzou no meio da área para Marcos Leonardo. O atacante testou de peixinho, obrigando Curiel a realizar defesa espetacular.

Aos 19, Felipe Jonatan recebeu na área mas demorou para chutar. Ele tocou para Lucas Braga. O atacante perdeu o controle da bola, que parou em Ângelo, mas o cruzamento parou nas mãos do goleiro.

RESPOSTA VENEZUELANA

O Deportivo Lara, que se defendia com cinco defensores e explorava os contra-ataques, chegou duas vezes com perigo e quase abriu o placar.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

A primeira foi com Barrios, que chutou de fora da área, e a bola desviou na marcação e passou ao lado. Aos 33 minutos, de muito longe, o capitão Bueno cobrou falta com perfeição, forçando João Paulo a se esticar e realizar grande defesa.

COMEÇO MALUCO DE SEGUNDO TEMPO

Logo no começo da segunda etapa, o Santos seguia com postura ofensiva e abriu o placar. Aos 4 minutos, em boa jogadas dos volantes Sandry e Alisson, o camisa 5 tentou cruzar e a bola sobrou para Vinícius Balieiro, que estufou as redes.

No entanto, os venezuelanos não se abalaram e buscaram o empate dois minutos depois. Em cobrança de escanteio, os jogadores santistas vacilaram no posicionamento, a bola se ofereceu na segunda trave para Anzola, que empurrou para o gol.

ZAGUEIRO INSPIRADO

Depois dos gols, o roteiro da partida continuou o mesmo, com o Peixe pressionando e o Lara se defendendo. Mas os visitantes flertaram com a virada. 

Após cruzamento, o zagueiro Anzola apareceu na área e bateu no cantinho. O defensor marcaria seu segundo tento na partida, mas o bandeirinha flagrou impedimento e anulou o lance.

A BASE É FORTE

Mesmo com o susto, o Santos não se acanhou e buscou novamente a liderança no placar. Jean Mota cobrou escanteio e o jovem Kaiky testou firme no canto direito do goleiro, estufando as redes e anotando seu primeiro gol pelo Peixe.

O gol aumentou a moral dos jogadores santistas, que pressionavam e criavam para aumentar a vantagem. No entanto, o goleiro Curiel impediu que os brasileiros construíssem uma maior vantagem na Vila Belmiro, fazendo ao menos três importantes defesas nos últimos 15 minutos.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 1 DEPORTIVO LARA

Data e hora: 9 de março, às 19h15
Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 19h15
Árbitro: Andrés Matonte (Uruguai)
Assistentes: Carlos Barreiro (Uruguai) e Horácio Ferreiro (Uruguai)

Cartões amarelos: Alisson e Vinícius Balieiro (Santos); Ignacio Anzola, Darwin Gómez, Jean Castilo Martín Brignani (Deportivo Lara)
Cartão vermelho:

GOLS: 1-0 Vinícius Balieiro (4'/2T); 1-1 Ignacio Anzola (6'/2T); 2-1 Kaiky (24'/2T)

SANTOS

João Paulo; Vinícius Balieiro, Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Sandry (Gabriel Pirani, 12'/2T) e Jean Mota (Marcos Leonardo, 23'/2T); Lucas Braga, Ângelo (Bruno Marques, 30'/2T) e Soteldo. Técnico: Ariel Holan.

DEPORTIVO LARA

Luis Curiel; Jonathan España, Ignacio Anzola, Cristopher Rodríguez e Víctor Sifontes; Jesús Bueno, Meleán, Segovia (Jean Castillo, 32'/2T) e Barrios (Jesús Silva, 26'/2T); Dárwin Gómez e Salazar (Ángel Sánchez, 28'/2T). Técnico: Martín Brignani.