Apesar de desfalques, Corinthians desembarca no Sul confiante

A delegação do Corinthians chegou a Porto Alegre na noite dessa terça-feira e já entrou no clima para o confronto com o Internacional, válido pela quarta fase da Copa do Brasil. A partir das 21h45 (horário de Brasília) dessa quarta, os dois times se enfrentam pelo duelo de ida. Semana que vem a vaga será definida em Itaquera, na Capital Paulista.

“Vai ser um jogo muito difícil, aliás, vão ser dois jogos muito difíceis. Sabemos dessa rivalidade no Sul, contra o Inter, mas estamos bem treinados e prontos para esse desafio”, comentou, à Fox Sports, o lateral Guilherme Arana, destaque do Timão nessa temporada e, apesar de jovem, já ciente do clima de clássico que se criou entre as duas equipes nos últimos anos.

Além de toda a tensão natural do jogo, o Corinthians também se preocupa com a perda de dois jogadores importantes para essa quarta. Jô e Jadson não reuniram condições físicas para ajudar o alvinegro do Parque São Jorge e sequer viajaram com o grupo.

“O time muda bastante. Jô é um cara que segura muito a bola, Jadson tem o último passe. Mas quem está entrando vai dar conta do recado. Estamos com um ataque veloz”, opinou Arana.

No meio de campo, Marquinhos Gabriel, que após um longo período longe dos gramados voltou no último domingo, terá a missão de substituir Jadson. Na referência do ataque, Clayton terá sua primeira chance como titular desde que foi contratado, pois Kazim ainda não está à disposição do técnico Fábio Carille.

“Já joguei por dentro no Figueirense. É uma chance importante, bom para ganhar mais ritmo, entrosar com a equipe e ajudar a sair com uma vitória daqui”, explicou Clayton, refutando qualquer problema em ser utilizado como centroavante.

Após a partida com o Internacional, no Beira-Rio, o Corinthians regressa já de olho no primeiro duelo com o São Paulo, pela semifinal do Campeonato Paulista. O Timão de novo atuará como visitante no domingo, mas a expectativa é que Jadson e Jô retomem suas posições no time titular.