Apesar de derrota, Emiliano Díaz enxerga futuro no Botafogo: 'Esse grupo está para grandes coisas'

LANCE!
·3 minuto de leitura


Não foi a estreia dos sonhos. No primeiro jogo de Emiliano Díaz à frente do Botafogo, o Alvinegro foi derrotado pelo RB Bragantino por 2 a 1 no Estádio Nilton Santos, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após a partida desta segunda-feira, o auxiliar-técnico, que substituía Ramón Díaz, se recuperando de uma cirurgia, colocou fé no elenco.

- A confiança se gera com aquilo que fizemos no primeiro tempo. O grupo fez aquilo que foi trabalhado, mas tem que saber se defender em certos momentos. Tudo leva trabalho e tempo. Sabemos que o Botafogo não tem muito tempo, mas nós acreditamos nesse grupo e no trabalho. Passamos por um momento difícil, mas o elenco é muito rico. Vamos passar por isso, o Ramón vai mudar a mentalidade desse clube - afirmou.

A atuação nos primeiros 45 minutos da partida foi elogiada pelo auxiliar-técnico, que também comentou sobre a recepção do elenco do Botafogo e analisou que a equipe deve repetir a postura da parte inicial do jogo desta segunda-feira no futuro.

- Nós chegamos há uma semana, estou aqui há dois dias. Isso leva tempo. Temos que levar em consideração o primeiro tempo da equipe, foi muito melhor do que esperávamos. A recepção do grupo foi muito boa, vai ser um caminho duro. Depois das duas substituições vi que a equipe estava um pouco cansada - analisou.

- O gol do Bragantino nos deu um golpe. Mas falei para os jogadores que eles deveriam se sentir orgulhosos do primeiro tempo. Nas últimas 14 partidas o Botafogo não atuou com a intensidade do primeiro tempo. Temos que seguir trabalhando, o corpo técnico só deu quatro treinamentos. Mas a verdade é que tivemos muito mais coisas positivas do que negativas - completou.

O segundo tempo, contudo, desandou. O Botafogo não voltou do intervalo com a mesma intensidade, viu o RB Bragantino criar as melhores chances e, no fim, sair com a vitória. Apesar disto, Emiliano vê com bons olhos o futuro da equipe do Botafogo.

- (A queda foi) Simplesmente mental. Foram mais de 20 minutos de intensidade, criamos nove oportunidades de gol, até tenho que dar os parabéns pelos jogadores porque a jogada do gol foi espetacular. É simplesmente ganhar confianças, acreditar no trabalho que está sendo feito e esperar o momento certo para atacar. Esse grupo está para grandes coisas - bradou.

MAIS DECLARAÇÕES DE EMILIANO DIAZ

Ideias de Ramón Díaz​
- Os primeiros 35, 40 minutos criamos muitas situações de gol e a maior parte da posse de bola foi nossa. A ideia de Ramón e a nossa é manter as ideias do primeiro tempo. É manter essa intensidade por 70 minutos para poder ser superior ao rival. Consideramos que há um bom caminho.

Momento do Botafogo
- É questão de trabalho. Sabemos que a parte física vai melhorar semana após semana. A mentalidade de Ramón é sempre ver as coisas por um lado positivo. O Botafogo está em uma situação delicada e confiaram em Ramón neste momento difícil. Passou pelo momento mais difícil da sua vida e o clube mesmo assim confiou. Temos que sair rápido dessa situação e é questão de tempo para isso acontecer. É questão de confiar. É um momento de estar todos juntos, as coisas vão mudar. Que todos tenham fé.