Apesar da vitória, Eduardo Barros admite atuação abaixo da média do Furacão

EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM
EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM


Na tarde deste domingo o Athletico-PR foi até o Morumbi, aguentou a pressão do São Paulo, principalmente na etapa inicial e saiu de campo com os três pontos graças um gol marcado por Marcelo Cirino.

Na conversa com a imprensa, o técnico Eduardo Barros admitiu que o desempenho não foi o ideal, muito por conta da marcação imposta pelo São Paulo.

‘Hoje nós não conseguimos produzir ofensivamente como estávamos habituados. Mas temos que ressaltar as dificuldades de jogar contra o São Paulo aqui. Com a marcação alta do adversário, se a gente não consegue sair jogando bem, que foi o que o São Paulo conseguiu neutralizar, influencia no restante do jogo. Isso acarretou em menos finalizações, mais perdas de bolas e mais bolas longas, que a gente acabou utilizando neste jogo’, declarou.

Em outro trecho da conversa, Barros parabenizou o goleiro Santos pela atuação e consequentemente a sua convocação para a Seleção Brasileira.

‘Para mim, é uma felicidade muito grande. Hoje, ele fez valer o porquê de estar entre os melhores goleiros do Brasil. É o momento de ressaltar não só o Santos, mas os treinadores de goleiros que trabalham com ele na rotina do clube’, concluiu.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também