Após vice na Libertadores, Athletico redireciona rota para ter nova chance na competição continental

Competitividade apresentada na final se tornou exemplo (Luis Acosta / AFP)


Em meio ao abatimento com a perda do título da Copa Libertadores, o Athletico-PR terá de se fortalecer para comprovar que consegue encontrar outro atalho para estar no torneio continental em 2023. Ainda em Guayaquil, digerindo a derrota por 1 a 0 para o Flamengo na decisão, o Furacão já indicava o quanto se voltava para as provas de fogo na reta final do Brasileirão.

A dedicação apresentada no Monumental de Guayaquil se tornou referência nas últimas partidas da equipe na competição nacional. O Athletico tem 51 pontos e está na sexta colocação (à frente do Atlético-MG, que está com 51 pontos mas tem saldo de gols inferior, e do São Paulo, equipe que completa o G8).

- Avalio que o Athletico foi competitivo. Fiquei satisfeito com a atitude de todos os jogadores, gostei demais e espero que o Athletico continue assim no Campeonato Brasileiro, que é o que temos para jogar daqui para frente - afirmou Luiz Felipe Scolari em entrevista coletiva após a final da Libertadores, ressaltando:

- O objetivo era a final? Chegamos. O objetivo é chegar entre os seis primeiros do Brasileiro? Vamos atrás. Temos condições para isso, foi isso que vi do meu time - complementou.


Nesta quarta-feira (2), os comandados de Felipão recebem o Goiás na Arena da Baixada, às 16h. Um adversário que no momento tem situação confortável em relação à zona de rebaixamento mas vê o sonho de ir para a Copa Libertadores muito distante e pode ser traiçoeiro.

Em seguida, a equipe rubro-negra enfrenta seu único adversário que, no momento, está na parte de cima da classificação: o Internacional, atual vice-líder. O duelo com o Colorado no Beira-Rio no sábado (5), às 21h, não permitirá erros.


Na quarta-feira (9), o Furacão terá pela frente um confronto com o Atlético-GO no Antônio Accioly. O jogo com uma equipe que nos últimos momentos vem brigando para se garantir na Série A requer cuidados mas também testa poderio de fogo dos comandados de Luiz Felipe Scolari.


A última partida do Athletico-PR no Brasileirão será na Arena da Baixada contra o Botafogo no domingo (13), às 16h. O Alvinegro também acalenta o sonho de estar na Copa Libertadores em 2023 e promete um duelo de muito brio com o Furacão.

Acima de consolidar-se no pelotão da frente, a missão do Furacão é comprovar que nem mesmo a derrota na decisão da Libertadores afetou sua capacidade de partir em busca de títulos de grande porte.