Após vencer o Boca, 'técnico provisório' do Corinthians diz que objetivo é aumentar a intensidade

Auxiliar de Vítor concedeu a coletiva após empate com o Boca Juniors (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)


Tudo o que o Corinthians mais precisava após a derrota para o Palmeiras, no último sábado (23), pelo Campeonato Brasileiro, era uma vitória com propriedade sobre o Boca Juniors, pela Libertadores, e ela veio nesta terça-feira (26), por 2 a 0, na Neo Química Arena.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros do Timão na história
> TABELA - Veja a tabela da Libertadores e simule as partidas
> GUIA - Tudo o que você precisa saber sobre o Corinthians na Libertadores

Para isso, o Timão precisou jogar em alta intensidade, principalmente no primeiro tempo. E foi assim que conseguiu o primeiro gol logo aos três minutos de partida.

Segundo o auxiliar-técnico corintiano, Filipe Almeida, que dirigiu o time contra o Boca, já que o treinador Vítor Pereira foi diagnosticado com Covid-19, aumentar esse ritmo é um objetivo da comissão técnica para a temporada.

- Vocês já viram a ideia que temos para o Corinthians. o nosso objetivo é que ela (a intensidade) vá crescendo conforme o tempo – disse o auxiliar em entrevista coletiva após a vitórias contra os Xeneizes.

Filipe elogiou o primeiro tempo do Timão, mas reconheceu alguns problemas, como a queda de intensidade, na qual afirmou até mesmo ser uma questão estratégica, e a perda de gols. Ele ainda reconheceu o que classificou como ‘espírito do Corinthians’ presente na equipe para conquistar os três pontos.

- Sobre hoje, fizemos uma excelente primeira parte. Não podemos nos esquecer que enfrentamos uma equipe muito boa. No segundo tempo, estrategicamente, optamos em ficar mais compactos e conseguimos o segundo gol. Penso que poderíamos ter feito mais gols, mas nossa intensidade depende também do adversário. Podemos olhar para os vários campeonatos do mundo e quase nenhuma equipe consegue ter intensidade durante os 90 minutos. A equipe sofreu, foi com o espírito do Corinthians, todos se sacrificaram, mas no fim conquistamos o resultado – destacou Filipe.

Com o triunfo, o Corinthians chegou a segunda vitória consecutiva na Libertadores e assumiu a liderança do grupo E, que pode ser perdida dependendo do resultado entre Always Ready-BOL e Deportivo Cali-COL, nesta quinta-feira (28), mas, de toda forma, não tirará o Timão pelo menos da vice-liderança da chave, mínimo necessário para avançar às quartas de final da competição.

Ainda assim, ainda há três jogos, sendo os dois próximos fora de casa, contra Deportivo Cali, na Colômbia, e Boca Juniors, em Buenos Aires. Filipe Almeida, no entanto, deixou claro, que a mentalidade do Corinthians para esse jogo será de vitória.

- No Corinthians, só há um resultado possível: a vitória. Temos uma forma de jogar, os atletas sabem disso, as ideias são as mesmas. Estamos a melhorar e corrigir. Vamos com os jogos fora com a mesma postura. Jogando em casa e fora, a única diferença é a presença da nossa torcida, mas vamos para os jogos na Colômbia e na Argentina em busca da vitória –

Por fim, Almeida ainda comentou a ausência do ‘seu chefe’, Vítor Pereira., mas destacou a preparação de todo o corpo técnico.

- A ausência do Vítor faz falta, lógico. Esse estafe trabalha com ele há muitos e muitos anos. Nos conhecemos apenas com os olhares. Tentamos preparar ao máximo o jogo em todos os cenários. A partir daí, comandamos a equipe. O resultado correu bem. O Vítor é o nosso líder, sentimos falta dele, mas a equipe fez aquilo que ele pediu e estamos satisfeitos.

Questionado sobre ter priorizado o jogo contra o Boca, em detrimento do clássico contra o Palmeiras, no último fim de semana, e até mesmo sobre a falta de uma sequência de vitórias, Filipe Almeida optou não responder, deixando os esclarecimentos para Vítor Pereira, quando o treinador retornar da quarentena.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos