Após vaga, Dome aponta os erros do Flamengo que o 'irritaram' e atualiza situação de lesionados

LANCE!
·3 minuto de leitura


O Flamengo superou o Athletico-PR nesta quarta, no Maracanã, e avançou às quartas de final da Copa do Brasil - o adversário será conhecido em sorteio, nesta sexta. A vitória foi por 3 a 2 e construída com gols de Pedro (2) e Michael, mas críticas e questionamentos acerca da instabilidade da defesa se fizeram presente na entrevista coletiva de Domènec Torrent.

O técnico cobrou concentração e foco, visando a não repetição de erros individuais. Dome chegou a dizer que o Flamengo tem "dado" gols com frequência. E admitiu ter se "irritado" por isso.

- Defensivamente, temos que estar focados. Podemos perder o Brasileirão também por isso. Em dois erros, demos dois gols. São coisas que não dá para treinar, é estar concentrado os 90 minutos. Poderíamos ter feito mais gols. Teve o lance do Pedro que poderia ter passado a bola. Não podemos dar facilidades ao adversário porque isso, no mata-mata você está fora, na Libertadores você está fora... Vamos trabalhar isso. [...] Sei que ninguém é máquina aqui, jogadores podem errar, o técnico erra, mas, dos últimos seis gols, demos cinco.

- Com a bola, estamos feliz, mas temos que melhorar esse outro fator. Isso passa pelo foco, pela concentração. Mas não tivemos sorte também, houve erros individuais. Contra o Inter, entregamos gols. Contra o São Paulo, também. Nos primeiros jogos, achei que tínhamos erros defensivos de verdade, de posicionamento, jogávamos muito separados. Agora, vejo erros individuais, de concentração. Se quisermos melhorar como time, temos que estar focados sempre. E me irritaram. Por isso eu estava irritado - completou o catalão.

Dome também falou sobre o rodízio promovido para o jogo desta noite.

- Quando trocamos, tivemos uma sequência que não sofremos muitos gols também. Temos um elenco grande. Mudei hoje porque tenho uma ideia clara de quem vai jogar contra o Atlético-MG. Não podemos jogar com todos sempre. Na Europa, por exemplo, aconteceram 47% mais lesões. Não troco jogadores porque gosto. Hoje, troquei o Matheus porque ele pediu, estava cansado. O Flamengo tem um elenco maravilhoso e temos confiança em todos.

ATUALIZANDO O DM

Sobre outro assunto de interesse da torcida: os jogadores lesionados foram abordados por Dome na coletiva. Ele atualizou a situação dos atletas que vêm de recuperação, porém não precisou prazos:

- Arrascaeta ainda não está com o grupo, tem desconforto. Temos que ver no dia a dia. O Gabi já entrou alguns minutos com o grupo, mas ainda falta fisicamente. Eles têm alta clínica, mas a parte física é outra coisa. Foi o mesmo com o Pedro Rocha. Vamos verificar amanhã como estão, mas não para o jogo contra o Atlético-MG.

Agora, o Flamengo de Domènec Torrent volta a campo pelo Campeonato Brasileiro neste domingo, quando visitará o Atlético-MG, às 18h15, no Mineirão. É uma nova briga direta pelo topo do Campeonato Brasileiro, que vai para a sua 20ª rodada (a primeiro do returno).

Confira outros trechos da entrevista coletiva:

Importância do gol para o Michael

- O atacante precisa de gols. O Michael já foi muito bem contra o Junior, mas nem sempre o treinador consegue dar espaços para todos. O Michael fez bons jogos, e isso é bom para confiança. Porque vamos precisar de todos.

'O problema é agora, que não temos o Gabi'

- Com o elenco completo, teremos soluções. Podemos jogar com sistemas diferentes, com Gabigol como extremo, mas também por dentro. E eles não vão jogar todos os jogos. O problema não será quando o Gabi voltar. O problema é agora, que não temos o Gabi. Foi o nosso artilheiro no ano passado.