Após torcedor do Inter dizer que 'injetará dinheiro' no São Paulo, Fla encaminhará notícia crime à polícia

LANCE!
·1 minuto de leitura
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - FEBRUARY 21: Rodinei of Internacional receives a red card during a match between Flamengo and Internacional as part of 2020 Brasileirao Series A at Maracana Stadium on February 21, 2021 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)

Após o torcedor do Internacional Elusmar Maggi Scheffer - que doou um R$ 1 milhão para Rodinei atuar contra o Flamengo - afirmar que irá "injetar dinheiro" no São Paulo, rival do Rubro-Negro na rodada final do Brasileirão, Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral e jurídico do clube da Gávea, irá encaminhar notícia crime ao Ministério Público e à polícia ainda nesta segunda-feira.

- Manipulação de resultado sob qualquer forma é crime previsto no estatuto do torcedor, ainda mais quando são jogos da loteria federal. Hoje mesmo vamos encaminhar notícia crime ao MP e à polícia. Esse torcedor pode ser rico, mas vê-se que não é preparado - publicou o dirigente do Fla em uma rede social.

Leia também:

Após a derrota do Inter contra o Flamengo, Scheffer deu uma entrevista à Rádio Gaúcha afirmando que pretendia dar uma "ajudinha" ao São Paulo, que enfrenta o Rubro-Negro na última rodada.

- Vou injetar dinheiro no São Paulo para a gente ser campeão. Vou estudar com a minha parte jurídica como proceder amanhã (segunda-feira). Vai ser 1 a 0 para a gente contra o Corinthians - afirmou.

Ao vencer o Internacional por 2 a 1, no Maracanã, o Flamengo assumiu a primeira colocação da tabela do Campeonato Brasileiro, abrindo dois pontos de vantagem sobre o Colorado. Na última rodada, o Rubro-Negro visita o São Paulo no Morumbi e, caso vença, será campeão brasileiro pelo segundo ano consecutivo. Se perder ou empatar, dependerá o resultado do time de Abel Braga, que recebe o Corinthians no Beira-Rio. Os dois jogos são na quinta, às 21h30.