Após torção no joelho, Marcinho sai do estádio com a perna imobilizada

Felippe Rocha
Lateral-direito deixou o último jogo com fortes dores a expectativa já era negativa. Menisco do atleta de 21 anos também foi afetado. Todos os atletas da posição estão lesionados

Quando Marcinho caiu no gramado, Jair Ventura imediatamente se virou para o banco de reservas, indicando que a torção no joelho direito do lateral era grave. E a imagem do camisa 4 deixando o Estádio Nilton Santos não foi nada boa: perna imobilizada e muletas. Ele será reavaliado na terça-feira, quando deverá passar por exames. Mas a expectativa, após a primeira avaliação, é pessimista.

- Perdemos o Marcinho hoje, pode ser uma lesão muito grave, muito triste. Já tive que partir para a improvisação (Fernandes entrou, neste domingo). Não podemos usar categoria de base, tem que ser revisto isso. O Vasco jogou com um meia na zaga - disse o técnico Jair ventura, criticando o regulamento do Campeonato Carioca, citando Julio dos Santos, antes de completar sobre a onda de lesões de laterais-direitos do time.

- Até o improvisado machucou (Marcelo). Está todo mundo com medo de jogar na lateral. Temos que dar um jeito. É triste perder um atleta, principalmente se for lesão grave. Rezamos, pedimos para não ser grave. Realmente o médico analisou e não é nada bom o que pode vir - lamentou.

Luis Ricardo precisou passar por nova cirurgia e não foi inscrito na Copa Libertadores; Jonas também foi operado e deve voltar só no fim do ano; Marcelo teve problema muscular e deve retornar em três semanas; agora, Marcinho é a preocupação da vez.






E MAIS: