Após ter carro roubado, Daniel Alves se manifesta: 'Não sou materialista'

Daniel Alves usou seu Instagram para esclarecer o que houve com seu carro (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)
Daniel Alves usou seu Instagram para esclarecer o que houve com seu carro (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Após ter seu carro roubado na noite da última terça-feira, Daniel Alves se manifestou pela primeira vez sobre o assunto e usou suas redes sociais para tal. Além de esclarecer o que houve e que não estava presente no momento do assalto, o atleta revelou que o mesmo já aconteceu quando jogava na Europa.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Na terça-feira, Dani foi jantar em um restaurante no bairro de Pinheiros, em São Paulo, e deixou seu carro nas mãos de um manobrista do local. Quando o profissional foi guardar o veículo em um estacionamento, foi abordado por ladrões que o renderam e levaram o automóvel de luxo do jogador.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Nesta quinta-feira, em seu perfil oficial no Instagram, o camisa 10 tricolor falou pela primeira vez sobre o incidente e fez questão de não polemizar, nem se estender sobre o assunto, uma vez que se considera uma pessoa que não é materialista, e que pretende deixar um outro legado enquanto estiver aqui.

- Agradecer a todos vocês pelas mensagens, pela preocupação, pelo carinho, pelo respeito, mas eu queria dizer que eu vivo por um legado, e o meu legado não é materialista, meu legado é de inspirar as pessoas a serem melhor a cada dia. Não me apego ao material, não me apego a coisas que quando eu não estiver aqui não vão caber mais onde eu estiver - disse o atleta no vídeo.

Além disso, Dani fez questão de dizer que esse tipo de caso não é exclusivo do Brasil e já passou por situações semelhantes quando jogava na Espanha e na França. Em ambas ele também não estava no local no momento em que os pertences foram roubados e reforçou que não se apega aos bens materiais.

- São fatalidades, mas que infelizmente é a terceira vez que acontece, não acredito que seja um problema do Brasil, acredito que seja um problema social, o caos social que vivemos. Aconteceu isso comigo na Espanha, na França, então é sinal de que o problema social é generalizado, em diversos países também acontece, também tem esse tipo de coisa - contou, antes de completar:

- Eu sempre tento passar essa minha positividade, a esperança de que as coisas vão melhorar. Não vou me apegar a bens materiais que não me fazem melhor pessoa, melhor profissional, não me fazem melhor em nenhum aspecto.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter



Confira o post de Daniel em sua conta oficial no Instagram:

Leia também