Após título, Rafinha relembra duelo com o Emelec: 'Nos deu força'

Rafinha levantou a taça da Libertadores neste sábado, pelo Flamengo (Foto: Ricardo Moreira/Zimel Press)
Rafinha levantou a taça da Libertadores neste sábado, pelo Flamengo (Foto: Ricardo Moreira/Zimel Press)


O Flamengo venceu o River Plate de virada, no Monumental de Lima, e conquistou o título da Libertadores pela segunda vez. Após a conquista, o lateral-direito Rafinha relembrou e valorizou a classificação diante do Emelec, que veio nos pênaltis. O jogador ressaltou a importância da partida nas oitavas de final para a conquista deste sábado.

- A disputa de pênaltis contra o Emelec nos deu força. Reverter o resultado foi crucial para nossa equipe ganhar corpo. Hoje foi muito duro no começo. O River marcou pressão. Saímos no segundo tempo, o River cansou, acreditamos até o fim e marcarmos os gols - disse.


Rafinha chegou ao Flamengo em julho, após deixar o Bayern de Munique em fim de contato. O atleta de 34 anos se mostra impressionado com a velocidade de como as coisas aconteceram para ele na equipe carioca.

Esse era o meu objetivo. Conquistar títulos pelo Flamengo. Sabia que era muito difícil, campeonato nacional fortíssimo. Não esperava conquistar a Libertadores em tão pouco tempo. Muito feliz - celebrou.

Em outra oportunidade, Rafinha disse que tatuaria a taça da Libertadores caso o Flamengo fosse campeão. O título veio e o lateral-direito reafirmou que irá marcar a conquista na pele.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também