Após suspensão de negociações, Dodi é afastado e Fluminense critica 'prejuízo operacional ao clube'

LANCE!
·3 minuto de leitura


O volante Dodi não atua mais pelo Fluminense. Nesta quinta-feira, as negociações pela renovação do jogador foram encerradas e, por conta da postura dos empresários nas conversas, o clube decidiu por afastar o atleta, que treinará em horário alternativo até o fim de seu contrato, em 31 de dezembro deste ano. Em nota, o Tricolor critica o "grande prejuízo operacional ao clube", já que os representantes só deram a resposta sobre a proposta a um dia do encerramento da janela de contratações.

O Flu diz que soube nesta tarde que Dodi já está negociado a um clube estrangeiro (não informado). Com isso, mesmo que o clube oferecesse uma nova proposta, "não adiantaria, pois a decisão já estava tomada havia tempo".

+ CONFIRA A TABELA DO BRASILEIRÃO

Por fim, o Fluminense faz nova crítica pela forma como as conversas foram levadas, afirmando que "já havia sido alertado, ainda em setembro, de que os empresários do jogador o ofereciam a diversos clubes ao mesmo tempo em que negociavam a permanência do atleta, em atitude que não condiz com a ética que se espera de qualquer um que se relacione com o clube". E reafirma que o estafe de Dodi não acenou com a possibilidade de estender o vínculo até o final do Campeonato Brasileiro, em fevereiro de 2021.

Com isso, Dodi ficará alguns meses sem entrar em campo, já que não pode se transferir a clubes brasileiros neste momento. O volante está no Fluminense desde 2018 e soma 74 jogos e dois gols. Ele era um dos jogadores mais importantes no esquema de Odair Hellmann e as negociações por um novo vínculo vinham desde as finais do Campeonato Carioca.

Veja a nota na íntegra:

"Os empresários do jogador Dodi informaram ao Fluminense Football Club, somente na tarde de hoje, que o jogador já está negociado a um clube estrangeiro (não informado) e que, portanto, não está disposto a seguir com as negociações. Embora o clube tenha insistido, por diversas vezes, em uma resposta, seus empresários só atenderam a este chamado hoje, a um dia do encerramento da janela de contratações, causando grande prejuízo operacional ao clube.

As tratativas haviam se iniciado ainda no período das finais da Taça Rio e envolveram diversas tentativas de acordo mas, segundo os representantes, mesmo que o clube oferecesse uma nova proposta hoje, não adiantaria, pois a decisão já estava tomada havia tempo.

O Fluminense já havia sido alertado, ainda em setembro, de que os empresários do jogador o ofereciam a diversos clubes ao mesmo tempo em que negociavam a permanência do atleta, em atitude que não condiz com a ética que se espera de qualquer um que se relacione com o clube. A partir de hoje, Dodi não mais atuará pelo Fluminense e treinará em horário alternativo até o fim de seu contrato, que está previsto para 31 de dezembro de 2020, já que seus representantes sequer acenaram com a possiblidade de estender o contrato até o final do Campeonato Brasileiro, em fevereiro de 2021".