Após surto da Covid-19, Palmeiras joga reforçado contra o Athletico-PR

THIAGO FERRI
·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Palmeiras, aos poucos, vai superando o surto da Covid-19 que desfalcou o elenco nas últimas semanas e pode ter contra o Athletico-PR, neste sábado (28), às 17h, no Allianz Parque, o retorno de até oito atletas na 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ausentes na vitória sobre o Delfín (EQU), por 3 a 1, na última quarta-feira (25), pela ida das oitavas de final da Taça Libertadores, Jailson, Vinicius Silvestre, Kuscevic, Luan, Matías Viña, Alan Empereur, Gustavo Scarpa e Gabriel podem reforçar a equipe nesta volta ao Campeonato Brasileiro. Além deles, caso precise, o técnico Abel Ferreira pode contar com os garotos da base Quiñonez, Marino e Pedro Acácio Os que ainda estão em isolamento são Raphael Veiga, Breno Lopes, Aníbal e Willian. Diferentemente do protocolo do Equador, para voltar a atuar no Brasil é preciso ficar apenas os dez dias de reclusão em casos leves, já que pessoas com sintomas mais graves têm de ficar duas semanas fora. Por isso, não haverá a mesma confusão de antes do jogo contra o Delfín: aqueles que treinaram nesta sexta-feira (27) estarão liberados a atuar. Luan, por exemplo, jogou contra o Goiás, no último sábado (21), mas ficou fora da viagem. Danilo, Rony e Gabriel Silva, em contrapartida, foram reforços. As novidades serão um alento para o técnico Abel Ferreira, que tem convivido com um número alto de desfalques. Na partida da Libertadores foram 16 ausências, incluindo os lesionados Felipe Melo, Wesley, Luan Silva e Luiz Adriano -- estes seguem fora. "O elenco é muito bom. E cada um dá seu melhor em campo, independente de quem estiver fora. O professor nos deixa confiante, dá total liberdade para fazer o que ele pede. Cada um que entra dá o seu melhor e tem a confiança do professor", afirmou Gabriel Menino, que precisou atuar como ponta direita no Equador. O surto da Covid-19 provocou algo inédito na história de 106 anos do Palmeiras. Todos os jogadores que ficaram no banco de reservas contra o Delfín foram formados na base do clube. Mateus, Leandro, Renan, Vanderlan, Esteves, Danilo, Vitinho, Juninho, Marcelinho, Fabricio e Gabriel Silva. Os únicos fixos do elenco profissional são Esteves e Danilo. Renan e Gabriel Silva fizeram jogos no principal, mas também tiveram momentos no sub-20 nesta temporada. ATHLETICO DESFALCADO O Athletico chega remendado para o duelo. Jonathan, Márcio Azevedo e Vitinho estão lesionados, enquanto outros oito atletas estão com a Covid-19: Os goleiros Santos, Jandrei, o laterais Zé Ivaldo e Abner, os meio-campistas Alvarado e Fernando Canesin e os atacantes Nikão e Geuvânio. Como os dois principais estão em quarentena, o titular vai ser Bento, 21 anos, que estreou contra o River Plate, na Libertadores. Para ter mais um reserva, além de Léo Link, 19 anos, o clube pediu o retorno de Mycael,17 anos, que estava na seleção brasileira sub-17. PALMEIRAS Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez, Viña; Patrik de Paula, Gabriel Menino, Zé Rafael, Lucas Lima; Rony, Gabriel Veron. T.: Abel Ferreira ATHLETICO-PR Bento; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno, João Victor; Wellington, Christian (Richard), Léo Cittadini; Carlos Eduardo, Renato Kayzer, Reinaldo. T.: Paulo Autuori Estádio: Allianz Parque, em São Paulo Horário: 17h deste sábado Juiz: Anderson Daronco (RS)