Após sufoco, Barboza vira luta e apaga Dariush com joelhada voadora

Luis Fernando Coutinho

O card principal do UFC Fortaleza, realizado neste sábado, contou com uma das vitórias mais espetaculares já ocorridas em um evento da organização no Brasil. Depois de levar um verdadeiro sufoco nos dois rounds iniciais, Edson Barboza nocauteou Beneil Dariush com uma joelhada voadora incrível. O adversário caiu desacordado aos 4m45seg do primeiro round.

- Os primeiros rounds tive dificuldade, mas foi questão de tempo para achar a distância e encaixar meu jogo. Sabia que ele era um cara duro. Eu quero o cinturão, estou pronto para lutar pelo cinturão. Estou pronto ou não? - declarou o peso-leve, logo após a luta, ainda no octógono.

A LUTA
Dariush começou o duelo andando para frente, sem se intimidar com o muay thay de Edson. O brasileiro se movimentou bem e acertou chutes baixos e socos no rosto do americano, mas nenhum contundente. Beneil foi o dono dos melhores ataques da etapa inicial com socos e chutes altos e baixos. O americano seguiu melhor no segundo assalto, cercando Barboza e acertando os melhores socos de esquerda. Ele chegou a acertar um chute e uma joelhada no rosto do brasileiro. Atrás na luta, Edson buscava espaço, usava chutes baixos e falhava na trocação até que perto do fim do assalto conseguiu aproveitar uma entrada de Dariush e encaixou uma joelhada voadora espetacular, que fez o rival cair desacordado no octógono.

Com o resultado, Edson Barboza, atual quinto colocado no ranking dos leves, soma três vitórias consecutivas e se aproxima de uma chance pelo título da categoria até 70kg.

Formiga é derrotado na decisão
O primeiro round foi agitado, com ambos os lutadores se alternando no controle. Borg teve um volume maior, mas a primeira etapa da luta foi equilibrada. O segundo round foi parecido, mas com Borg levantando um pouco mais de vantagem. Formiga se saiu melhor na trocação, mas quando o rival se aproximava quase sempre a luta acabava no solo. No último assalto, os lutadores alternaram posições no solo e trabalharam seus jogos de chão. Ray finalizou a luta batendo por cima.

Bethe e Reneau empatam
O duelo começou com Marion sendo mais eficiente, acertando os melhores golpes e se movimentando de forma mais inteligente. A brasileira tambem conectou bons socos e chegou a derrubar a rival no fim do round, onde não teve tempo de trabalhar a posição. No segundo assalto, Bethe melhorou, ajustou a distância na trocação e levou a rival para o solo com uma boa derrubada. Já na terceira etapa, Reneau voltou levar a melhor na trocação, abalou a brasileira e conseguiu a derrubada, onde ficou batendo por cima, minando a resistência de Bethe, que mostrou muita garra. No fim, o resultado foi um empate via decisão majoritária dos juízes (29-27, 28-28, 28-28) .














Cowboy finaliza Means em revanche

Se no primeiro encontro Means ditou o ritmo da luta até o golpe ilegal que a encerrou, na revanche foi Cowboy quem iniciou o primeiro assalto acelerado. Com boa movimentação, ele acertou bons golpes no rival, mas não conseguiu manter a pegada, acabou colocado para baixo e encontrou dificuldades no início do duelo. Na segunda etapa, Alex melhorou, colocou o rival para baixo e depois de trabalhar com calma seu jogo de jiu-jitsu conseguiu a finalização com um mata-leão aos 2m09seg do segundo round.

E MAIS: