Após ser suspenso por trair a esposa em 2020, sensação da natação japonesa volta às competições

LANCE!
·1 minuto de leitura


Após ser suspenso pela Federação Japonesa de Natação em 2020 por ser sido flagrado em um "hotel de amor" com uma mulher que não é sua esposa, o nadador Daiya Seto, tetracampeão mundual e medalhista olímpico, voltará às piscinas no Aberto do Japão, em fevereiro. O atleta foi proibido de competir em setembro pois a entidade entendeu que o caso extraconjugal foi uma violação do código de ética. A informação foi divulgada pelo site "ge".

>> Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

O nadador de 26 anos, casado com a ex-saltadora Yuka Mabuchi, ficou suspenso por cinco meses depois de ser fotografado. Por conta do escândalo, Daiya também renunciou ao cargo de capitão da equipe de natação do Japão, encerrou contrato de direitos de imagem com o Comitê Olímpico Japonês e teve de romper com uma patrocinadora local. Entretanto, a estrela não corre risco de ficar fora dos Jogos Olímpicos.